PE: Camponeses realizam ato em defesa do Presidente Gonzalo

Manifestação organizada pela Liga dos Camponeses Pobres de Pernambuco, da Área Revolucionária José Ricardo conclama: Presidente Gonzalo Vive!. Foto: Banco de Dados AND

No dia 24 de setembro de 2021, por ocasião dos 29 anos do discurso do Presidente Gonzalo, os camponeses da Área Revolucionária José Ricardo, Pernambuco, organizados pela Liga dos Camponeses Pobres do Nordeste, realizaram um ato em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento.

Logo após receber o informe do assassinato do Presidente Gonzalo pelas forças reacionárias do Peru, toda direção da área revolucionária tomou posição pela defesa de seu pensamento todo-poderoso e iniciou uma mobilização entre as massas camponesas para realizar um ato como parte na Campanha Internacional de defesa da chefatura do Presidente Gonzalo. Foram organizadas intervenções na Escola Popular Elizabete Teixeira e visitas nas casas das famílias camponesas da área. Camponeses de outras áreas também foram mobilizados, compareceram representantes do campesinato alagoano, da Área Revolucionária Renato Nathan e outras lideranças camponesas.

Leia também: 'Presidente Gonzalo vive!': Ações da campanha internacional em defesa da Chefatura do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento

Desta forma, na manhã do dia 24/09, as massas e suas lideranças camponesas reuniram-se em plenária de preparação do ato, onde foi rememorado fatos importantes sobre a vida e a obra do Presidente Gonzalo. Nessa reunião foi lido o histórico discurso da Jaula, do Presidente Gonzalo, realizado em 1992. Ao final da plenária, foram feitas falas reafirmando o desejo de homenagear de alguma forma alguém tão importante para luta dos povos em todo mundo e ficaram particularmente orgulhosas pelo fato de o Presidente Gonzalo ter resistido por 29 anos numa prisão solitária perpétua e nunca ter renunciado seus princípios de classe. A cota de sangue, vertida generosamente pelo Presidente Gonzalo fez as massas camponesas mais profundas do Nordeste brasileiro, por um instante, derramarem uma pequena lágrima por aquele que nunca conheceram fisicamente. Mas ao mesmo tempo ficaram felizes por saber que a Revolução Agrária desenvolvida pela Liga dos Camponeses Pobres toma parte na Campanha Internacional em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-podeoros em pleno Agreste Pernambucano, na Área Revolucionária José Ricardo.

Em seguida, organizaram-se em fileiras e com suas bandeiras vermelhas, cantaram o hino da Internacional e agitaram as consignas Presidente Gonzalo vive! Viva o todo-poderoso pensamento gonzalo!Viva a Revolução Agrária!. Depois, saíram em marcha pelas estradas que cortam a Área Revolucionária José Ricardo, disparando fogos de artificio, entoado canções da luta pela terra e saudando o grande titã do proletariado internacional. O ato repercutiu por várias vilas camponesas entre os municípios de Lagoa dos Gatos, Panelas, Cupira e Belém de Maria. No momento em que o ato seguia, veículos que passavam tiveram que esperar o ato acabar para poder seguir viagem e assim repercutiu em outras massas o seguinte: “Os ‘sem terras’ estavam se agitando...”.

Ao final do ato, o compromisso foi de seguir aplicando e desenvolvendo a luta revolucionária pelo direito a terra, ou seja, de avançar a revolução agrária. Porque isso é avançar a revolução por uma nova democracia para rapidamente avançarmos para o socialismo e o glorioso comunismo. Porque o que corresponde a nós, camponeses pobres em luta pela terra e pela destruição cabal do latifúndio em nosso país, para vingar o sangue derramado do Presidente Gonzalo, nossa tarefa principal é fazer a revolução aplicando as contribuições de valor universal do seu pensamento todo-poderoso a nossa realidade.

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

Camponeses da Área Revolucionária José Ricardo organizam manifestação em defesa do Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento. Foto: Banco de Dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin