No Sertão nordestino, camponeses participam de homenagem ao Presidente Gonzalo

Celebração em homenagem ao Presidente Gonzalo ocorrida no sertão nordestino. A atividade ocorreu em um bairro proletário em área
de luta pela moradia. Foto: Banco de Dados AND

Celebração em homenagem ao Presidente Gonzalo ocorrida no sertão nordestino. A atividade ocorreu em um bairro proletário em área
de luta pela moradia. Foto: Banco de Dados AND

Recebemos na Redação o relato sobre uma celebração organizada para prestar honras e celebrar o imortal legado do Presidente Gonzalo e de seu todo-poderoso pensamento. Uma vibrante celebração foi realizada no sertão nordestino, no dia 24 de setembro, Dia internacional de Ação pelo Presidente Gonzalo. A atividade ocorreu em um bairro proletário em área de luta pela moradia e participaram mais de 30 pessoas, dentre trabalhadores e estudantes.

A homenagem foi organizada pelo Movimento Feminino Popular (MFP) e pelo Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia. A plenária foi ornamentada com cartazes dos grandes titãs do proletariado internacional: Marx, Lenin, Presidente Mao e o Presidente Gonzalo, além de uma faixa com a consigna Viva o Presidente Gonzalo e seu todo-poderoso pensamento!. Os organizadores do evento compuseram a mesa com toalha vermelha e vasos de flores. 

Uma companheira do MFP abriu a mesa falando que neste dia estava sendo celebrado em todo o mundo a memória do Presidente Gonzalo, grande comunista que entregou sua vida pela Revolução Proletária Mundial e que jamais se entregou ou capitulou nos 29 anos de isolamento total no qual a reação e o imperialismo o mantiveram. Todos os participantes cantaram de pé a canção A Internacional. Muitos dos presentes eram trabalhadores em luta por moradia e conheceram pela primeira vez o hino do proletariado internacional. Em seguida foi feita a leitura de um texto sobre a vida do Presidente Gonzalo, para que todos tomassem conhecimento de sua história, sua trajetória de vida e grandes feitos junto ao Partido Comunista do Peru (PCP) e as massas no Peru.

Foram exibidos alguns trechos do documentário sobre a Guerra Popular no Peru e, ao final, um membro da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) fez uma intervenção abordando aspectos da ideologia científica do proletariado, da vida e obra do Presidente Gonzalo, de suas contribuições e de seu todo-poderoso pensamento Gonzalo. Ao longo das intervenções, palavras de ordem eram entoadas como Honra e glória eternas ao Presidente Gonzalo!, Viva o Presidente Gonzalo, maior marxista-leninista-maoista da face da terra!, Viva a Guerra Popular no Peru! e Viva a luta do povo peruano!

Uma militante do MFP fez uma fala chamando todas as mulheres a lutar ombro a ombro com os companheiros pelo direito à moradia e defendendo que o caminho do povo é o da luta revolucionária pela conquista do Poder para o proletariado e as massas populares. Em sua intervenção, a revolucionária também fez a denúncia da farsa eleitoral e de todos os oportunistas que deixam o povo às migalhas, só aparecendo no período eleitoral. Por fim, convocou todos a cantarem a canção Lutadoras da Revolução, tradução do Hino do Movimento Feminino Popular do Peru, em homenagem ao Presidente Gonzalo e à guerra popular naquele país. Todos os presentes se reuniram para tirar uma foto com a faixa e o banner do Presidente Gonzalo, enquanto as palavras de ordem e os fogos de artifício repercutiam ao longe a decisão do povo em lutar pela revolução.

Após as intervenções dos integrantes da mesa, outros presentes também tomaram da palavra. Uma moradora recém chegada na ocupação, que é formada como professora mas se encontra desempregada e viu como única alternativa a luta por seu direito à moradia, fez uma intervenção dizendo “o quanto é importante a realização de atividades como essa para conhecer a história daqueles que lutaram pelo povo e as conquistas dos direitos”. As intervenções prosseguiram e um morador que está participando da luta por moradia desde o início naquela localidade, e que até então se apresentava de forma tímida, não se conteve e gritou Viva o Presidente Gonzalo!. Em meio as intervenções, era visível no rosto de todos os companheiros muita animação na luta e vontade de prosseguir até a conquista final. No encerramento, foi realizada uma apresentação cultural por um grupo de jovens, que cantaram na frente da plenária a  canção antifascista Bella Ciao.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin