Chile: Celebrações e muralismo em homenagem ao Presidente Gonzalo

Comunistas e ativistas revolucionários chilenos tomaram parte da Campanha Internacional em Defesa da Chefatura do Presidente Gonzalo e seu Todo-Poderoso Pensamento. No dia 24 de setembro realizaram um evento político em Villa Francia, Santigo, celebrando a vida do Chefe do proletariado internacional. Neste evento, os participantes pintaram um grande mural em homenagem ao Presidente Gonzalo. Em suas falas, os participantes do evento destacaram a vigência de seu pensamento e ação revolucionária, e deram especial destaque para o marco histórico da Guerra Popular no Peru, iniciada sob sua direção em 1980.

Cerca de 20 pessoas trabalharam na confecção do mural, que retrata duas cenas da Guerra Popular no Peru, assim como da luta revolucionária das massas no país e nas cidades. Palavras do retumbante discurso proferido pelo Presidente Gonzalo na Primeira Escola Militar do Partido foram gravadas no mural, do texto Somos os Iniciadores.

As palavras proferidas ao final do evento destacaram a importância do Presidente Gonzalo para a revolução mundial, que levantou as classes oprimidas em armas para a conquista do poder no Peru. Destacou-se a decisão inabalável do Presidente Gonzalo de lutar. Com ela, derrotou todos os planos da contrarrevolução de tentar apresentá-lo como arrependido do caminho da luta armada. 

O inestimável legado do processo revolucionário dirigido pelo Presidente Gonzalo também foi enfatizado. Os revolucionários chilenos defenderam que ele deve ser assimilado e aplicado por aqueles que buscam impulsionar a revolução, começando por replicar o que ele mesmo fez: desfraldar, defender e aplicar a ideologia científica do proletariado internacional, fundir-se com os mais pobres do campo e da cidade em sua luta pelo Poder.

Mural em homenagem ao Presidente Gonzalo no Chile. Foto: El Pueblo

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin