RR: Duas crianças Yanomamis morrem após serem sugadas por draga de garimpo ilegal

Garimpo ilegal próximo a margem do rio em Território Indígena. Foto: Bruno Kelly/Amazônia Real

No dia 12 de outubro, em que no Brasil se comemora o dia das crianças, duas crianças indígenas Yanomami morreram enquanto brincavam como de costume nas margens do rio. Os pequenos Yanonami foram sugados por uma draga gigante do garimpo ilegal. Em seguida foram “cuspidas”, já sem vida, e arrastadas pelas correntezas do rio Parima, localizado na comunidade Makuxi Yano, em Alto Alegre Roraima (RR).

Logo após o ocorrido as crianças indígenas desapareceram. Seus corpos só foram encontrados nos dias posteriores. Um menino de quatro anos de idade foi encontrado no dia seguinte pelos moradores da comunidade. E dois dias após o ocorrido, dia 14/10, o Corpo de Bombeiros encontrou outra criança, esta de sete anos de idade, numa distância de cerca de cinco quilômetros do local da sua morte.

Para os Yanomamis as crianças são sagradas pois de acordo com a crença serão futuros guerreiros. Conforme já noticiado na AND, entre o ano de 2020 e 2021, ao menos 47 crianças morreram em decorrência de questões de saúde envolvendo pandemia do Covid-19. As mortes se deram também por doenças como malária, diarreia, verminoses, leishmaniose, pneumonia, tuberculose e outras ainda desconhecidas.

Segundo uma carta dos indígenas Yanomami, a malária explodiu na Terra Indígena (TI) justamente nas áreas de garimpo ilegal. A doença se espalhou pelo território onde atualmente se encontram cerca de 20 mil invasores que praticam a atividade.

Leia também: RR: Bombas de uso exclusivo do Exército são usados por garimpeiros ilegais atacar Yanomamis

Outros ataques contra crianças YanomamiS

Em junho, garimpeiros ilegais armados batem de forma proposital com seu barco contra uma canoa que, em decorrência disto, afundou. Nela havia seis crianças, com idades entre dez e onze anos, e dois adolescentes que pescavam no Rio Uraricoera. Os indígenas, após caírem da embarcação, conseguiram correr pela mata sendo, em seguida, perseguidos pelos garimpeiros até chegar à Comunidade Yakepraopë. Lá foi onde receberam refúgio.

Em maio, aconteceu outro ataque semelhante, desta vez vitimando duas crianças indígenas, uma de 1 ano e outra de 5 anos, que morreram afogadas após a colisão do barco provocada pelos garimpeiros ilegais.

Leia também: Yanomami resistem a ataques de garimpeiros ligados ao narcotráfico

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin