ES: Pescadores bloqueiam trilhos em protesto contra a Vale

No dia 13 de abril, dezenas de camponeses que trabalham com a pesca atingidos pelo rompimento criminoso da barragem da mineradora monopolista Samarco/Vale/BHP-Billiton, realizaram um protesto exigindo o pagamento imediato das indenizações. Durante o ato, os trabalhadores bloquearam linhas de trem interditando o trecho de Timbuí, em Fundão, região metropolitana de Espírito Santo (ES). 

Os pescadores utilizaram galhos que foram colocados no trilho, impedindo assim a circulação de trens da mineradora Vale, que sai de Cariacica com destino a Barão de Cocais, em Minas Gerais.

Os manifestantes portavam faixas com palavras de ordem contra a Vale assassina, exigiam o pagamento imediato das indenizações que nunca foram efetuadas pela chamada Fundação Renova, criada supostamente para resolver os impactos sociais e ambientais dos crimes da mineradora. No entanto, de acordo com as denúncias dos atingidos, a Fundação atua desinformando e desmobilizando o povo na luta pelos seus direitos.

Camponeses interditam via de trem em protesto contra Vale. Foto: Reprodução

A luta não cessa

A população atingida pelo crime cometido pela Samarco/Vale/BHP-Billiton resiste e se mantém na luta por seus direitos. Em uma outra manifestação no dia 28 de março, cerca de 600 pessoas, dentre elas camponeses, indígenas e quilombolas se uniram e ocuparam as entradas das sedes da mineradora Vale, na unidade Tubarão, em Jardim Camburi, em Vitória, e no município da Serra, localizadas no estado do Espírito Santo (ES). 

Os manifestantes exigiam o pagamento imediato do Auxílio Financeiro Emergencial (AFE) e a exclusão da Fundação Renova das negociações. As massas populares exigiam ser atendidas diretamente pela responsável pelos crimes, a Vale.

Após seis anos do rompimento criminoso, já foram derramados aproximadamente 48,3 milhões de m³ de lama tóxica de rejeitos de minério que percorreram cerca de 650 km, do município de Mariana (MG) até o município de Linhares (ES). Esse lamaçal pútrido destruiu as casas das famílias que viviam na região e deixou sem trabalho, fonte de renda e sustento incontáveis famílias de camponeses, indígenas e quilombolas que desde então permanecem incessantes na luta por justiça.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin