Editora Peabiru lança sua primeira tradução: 'Alma Matinal e Outras Estações do Homem de Hoje', coletânea de José Carlos Mariátegui

O trabalho de estreia da editora Peabiru é a tradução, pela primeira vez para a língua portuguesa, de “Alma Matinal y otras estaciones del hombre de hoy”, coletânea póstuma de José Carlos Mariátegui. O conselho editorial julgou interessante apresentar o trabalho ao público como “Alma Matinal e outras estações do homem de hoje - volume 1: A Emoção de nosso tempo”, deixando assim o indicativo de futuros volumes. Os textos foram traduzidos diretamente dos datilografados originais, disponíveis na internet através do site “Archivo José Carlos Mariátegui” e alguns textos, ausentes na plataforma anterior, foram traduzidos a partir de edição disponível no “Archivo Chile”. 

O livro pode ser adquirido pela plataforma de financiamento coletivo catarse.me, com valores a partir de 50,00 com frete incluso para todo o país. Para mais informações e comprar o livro acesse a página no instagram peabirueditora 

Surgida em Belo Horizonte no início de 2022 a Peabiru é uma editora independente que se apresenta com o objetivo de inflamar o debate de ideias por meio da tradução de obras de grande relevância para a reflexão e transformação de nossa sociedade. Para contato direto com a editora Peabiru: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

“Alma Matinal e outras estações do homem de hoje” 

José Carlos Mariátegui segue sendo um dos maiores pensadores revolucionários latino-americanos. Fundador do Partido Comunista do Peru, sob sua primeira denominação de Partido Socialista Peruano, em 07 de outubro de 1928, eleito Secretário-Geral da organização. Em novembro do mesmo ano publicou uma das suas principais obras e a mais conhecida: “Sete ensaios de interpretação da realidade peruana”.

Mariátegui possuía uma preocupação permanente com questões como a cultura e a educação e na presente obra traduzida pela editora Peabiru ganha relevo a defesa do marxismo como uma ciência viva encarnada pelo proletariado na aurora aberta em todo o mundo pelas salvas dos canhões da Grande Revolução Socialista de Outubro na Rússia.

Como afirmam os editores na apresentação do livro: 

“Chama atenção, sobretudo, sua fé revolucionária que, atuando como força motriz do desenvolvimento histórico, é assumida por Maríategui em toda sua radicalidade (...). O culto a evolução, ao academicismo e a tecnocracia são denunciados em seus fundamentos como instituições reacionárias de um sistema social decadente, sustentado, cada vez mais claramente, pela força das baionetas (...). Suas palavras são cortantes, contundentes e irônicas suas palavras seguem a tradição herdada dos clássicos. Em tudo Maríategui se identifica ao arquétipo marxista, desvelando verdades inconvenientes para aqueles que insistem representá-lo como um pensador pouco ortodoxo.”  

A organização, tradução e edição do ficaram por conta de Luiz Messeder e Enzo Lavinsky, com revisão de Rômulo Radicchi e Pedro Corgozinho. A arte da capa é de Thalles Arariba e a logo da editora foi criada por Raphael Josef. 

O link para ter acesso à obra é o que segue:

https://www.catarse.me/estreia_editora_peabiru_a_alma_matinal_e_outras_estacoes_do_homem_de_hoje_vol_1_a_emocao_de_nosso_tempo_e8ad

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin