MG: panfletagem exige melhorias no transporte de passageiros em Vespasiano

Ativistas conclamam o povo a lutar pro um transporte público de qualidade. Foto: Banco de Dados AND

No dia 17 de julho, ativistas do Comitê Sanitário de Defesa Popular (CSDP) distribuíram centenas de panfletos no bairro Morro Alto, Vespasiano, região metropolitana de Minas Gerais, cujo título conclamava “Basta de humilhação! Exigimos um sistema de transporte digno!”. Muitas pessoas que passeavam ou compravam alimentos, roupas, objetos de decoração, ferramentas, brinquedos e toda espécie de objetos que se pode encontrar na tradicional feira local receberam com atenção os ativistas, que abordavam os transeuntes puxando conversa sobre verdadeiro caos no transporte público por toda região metropolitana.

Vários homens e mulheres, adultos, jovens e idosos concordavam com os panfletos e denunciavam: atrasos frequentes, ônibus quebrados, o recém episódio do engavetamento de três ônibus por falta de freio de um dos veículos,  a queima espontânea de um ônibus no centro da cidade por motivo mecânico, as milionárias receitas em subsídios recebidas pelas empresas das prefeituras (em Belo Horizonte a última esse ano foi de R$ 237,5 milhões), a contaminação pela Covid-19 devido à superlotação e muitas outras situações de desrespeito aos direitos e humilhações contra os moradores das regiões mais pobres e distantes.

Os ativistas denunciaram ainda a farsa eleitoral, afirmando em seu panfleto que: “Para essa gente a vida do povo não vale nada! O trabalhador só é cidadão na hora de votar, durante as eleições, depois é o descaso de sempre, muita mentirada e promessas nunca cumpridas!” e ainda  que “Essas eleições são uma tentativa desesperada de tentar impedir o inevitável levantamento das massas, é parte do golpe contrarrevolucionário preventivo em curso cujo objetivo central é legitimar esse velho sistema de miséria e exploração para a imensa maioria do povo, riquezas e mordomias para um punhado de parasitas que lucram com a nossa desgraça! Eleição, NÃO! Revolução, SIM!

Ativistas também conversaram como povo sobre a necessidade de rechaçar a farsa eleitoral. Foto: Banco de Dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin