Paquistão: 14 grevistas presos acusados de 'terrorismo'

A- A A+

O velho Estado paquistanês encarcerou ao menos 14 maquinistas grevistas sob a base da "Lei Antiterrorismo", nas cidades de Rawalpindi (província de Punjab) e Karanchi (província de Sindh), em 23/07.

A acusação de "terrorismo" fundamenta-se na absurda argumentação de que suspender a operação do comboio equivale a um atentado, nas palavras do porta-voz do Ministro das Ferrovias do Paquistão, Khawaja Saad Rafique.

Os operários são também acusados de exortar outros motoristas a entrar na greve e telefonar para outras estações com o mesmo fim.

"Nenhum maquinista está permitido a paralisar suas atividades", afirmou o ministro.

Os maquinistas acusados de terroristas somam-se a outras centenas que entraram em greve por melhores condições de trabalho, pagamento de horas extras e reintegração dos funcionários demitidos e presos.

Os operários presos são organizados no grêmio "Loco Running Staff Association", que convocou a greve. A associação denunciou que os operários são ameaçados para parar a greve.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja