MG: ‘Justiça’ suspende processo contra Samarco

A “justiça” federal em Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas Gerais, suspendeu o processo criminal contra 22 pessoas e as empresas Samarco, Vale, BHP Billiton e VogBR pelo crime lesa-pátria premeditado na barragem de Fundão, no município de Mariana, em novembro de 2015.

Na ocasião, 19 pessoas morreram e os milhões de metros cúbicos que vazaram no rompimento atingiram o Rio Doce chegaram ao mar, no estado do Espírito Santo.

O despacho foi assinado pelo juiz Jacques de Queiroz Ferreira e os advogados de Ricardo Vescovi e Kleber Terra pediram a anulação do processo, alegando que uma quebra de sigilo telefônico ultrapassou o período judicialmente autorizado e que as conversas foram analisadas pela Polícia Federal e usadas pelo Ministério Público Federal (MPF) na denúncia. Mais uma vez fica exposto o caráter de classe reacionário da “justiça” semicolonial do velho Estado brasileiro.

Em nota publicada em novembro de 2016, Gerson Lima, da Liga operária, denunciava: “O judiciário podre e todas instituições burguesas são também cúmplices dos crimes das mineradoras. A Samarco (Vale e BHP Billinton, de propriedade do Bradesco e outros parasitas grupos financeiros) chantageia os comerciantes locais dizendo que vai deixar de operar se tiver que reparar a destruição, tentando, com isso, colocar povo contra povo, colocar-se como vítima e continuar saqueando a região e destruindo progressivamente a vida das pessoas e o meio ambiente. tudo para embolsar mais e mais superlucros”.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin