PCI (Maoista): 'Não haverá piedade aos culpados e traidores!'

A- A A+

Cartazes e faixas assinados pelo Partido Comunista da Índia (Maoista) prometeram vingar os assassinatos dos dirigentes Kuppu Devraj e Ajitha, no vilarejo de Punchakkolli, distrito de Malappuram, no dia 02/08. Eles foram executados em novembro de 2016.

Estas ações de agitação e propaganda armada foram parte da Semana dos Mártires convocada pelo PCI (Maoista), que ocorreu do dia 28/07 a 03/08.

"Não haverá piedade com os culpados e traidores", estampa os cartazes e faixas.

Kuppu Devaraj e Ajitha foram assassinados em 23/11 de 2016, no bosque de Nulambur, estado de Kerala, conforme noticiamos em AND nº 182. Ele era membro do Comitê Central do partido e responsável pela zona guerrilheira especial de Ghats ocidentais, e Ajitha era membra do Comitê Estatal de Ghats ocidentais.

Eles foram capturados desarmados num vilarejo adivasi, e testemunhas afirmaram que não houve nenhum ruído que indicasse confronto armado, segundo denunciou na ocasião a Frente Revolucionária Democrática da Índia.

ações guerrilheiras em chhattisgarh

Dois agentes da repressão foram aniquilados durante uma emboscada empreendida por unidades do Exército Guerrilheiro Popular de Libertação (EGPL), no dia 07/08.

O contingente policial patrulhava próximo à aldeia de Bhave, no estado de Chhattisgarh, a 150 km da capital do estado, Raipur. 

Entre os aniquilados está um subinspetor da polícia de Chhattisgarh, que morreu no local.

repressão constata vitórias maoistas

As forças policiais do velho Estado elaboraram um balanço sobre suas operações de guerra ao povo e sobre a atuação do Partido Comunista em dez estados com maior atividade revolucionária.

Em relatório, a reação constatou que o estado de Chhattisgarh segue sendo a região onde suas forças são mais débeis e frágeis.

As "autoridades" alentaram que é urgente implantar novas forças de inteligência na região para capturar os dirigentes maoistas, como parte do plano para combater a rebelião das massas e a guerra popular.

A imprensa local noticiou ainda que a polícia rural de Coimbatore, em Tamil Nadu, criou seis novas brigadas da Divisão Especial anti-maoista, no dia 12/08.

O objetivo assinalado pela repressão é monitorar e combater as manobras militares do EGPL nas florestas ao longo da fronteira entre Tamil Nadu e Kerala.

Anteriormente, a polícia rural de Coimbatore tinha apenas duas brigadas da Divisão Especial para combater os maoistas. Foram estabelecidos também 13 novos postos de controle na área para atacar a ação revolucionária.

"Nós criamos seis novas brigadas para combater os maoistas nas florestas. As aldeias tribais estão infestadas pelos maoistas", afirmou Pa Moorthy, comissário policial do distrito de Coimbatore.

E concluiu, revelando como tratam as massas camponesas e tribais: "Estamos prontos para enfrentar qualquer situação na fronteira e nossas equipes estão munidas com armas modernas".

Cartazes e faixas foram colocadas em repartições públicas e locais de grande circulação.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza