AL: Vídeo relata resistência camponesa contra ataques do latifúndio

A- A A+

Os camponeses que retomaram o latifúndio Várzea Grande no município de Rio Largo (AL), bloquearam um trecho da BR-101 após um ataque de pistoleiros a serviço da Usina Utinga Leão no dia 15/09, que buscavam despejá-los. Os trabalhadores interditaram a via federal utilizando galhos de árvores. Uma faixa com a consigna ‘Viva a Revolução Agrária!’ foi estampada.

No ataque criminoso a mando do latifúndio, mais de dez pistoleiros fortemente armados chegaram no Acampamento da Fazenda Várzea Grande em dois carros e um ônibus que apresentava o emblema da Usina Utinga Leão. Tiros foram disparados contra os camponeses, que se esconderam em uma área de mata para se proteger. Alguns trabalhadores tiveram ferimentos leves na hora da fuga, o que gerou revolta e indignação entre eles.

“A Usina Utinga já tem este costume: chegar com capangas, armas e trator para tirar à força os camponeses em luta. No acampamento Canoé, área da LCP vizinha à Fazenda Várzea Grande, a usina recentemente ameaçou companheiros para que não continuassem produzindo alimentos para seu sustento”, denunciou a LCP do Nordeste em nota.

A LCP ainda frisou que “a Usina Utinga já grilou muitas terras no estado e está totalmente ilegal com a justiça. É por isto que estão desesperados e tentando todo tipo de intimidação das famílias camponesas. Porém, a cada ação injusta mais revolta se acumula. O povo está cansado de ser massacrado por esses usineiros bandidos e só estão exigindo o que é seu: a terra para quem nela vive e trabalha!”.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza