Companheiro Bruno Alves: Presente na luta!

A- A A+

Na noite de 29 de setembro, recebemos em nossa Redação, através de estudantes que ocupam o bandejão da Uerj, a triste notícia do falecimento do companheiro Bruno Alves dos Santos.

Segundo informações enviadas pelos estudantes, Bruno foi atropelado por um trem pouco tempo após sair da ocupação do bandejão, luta esta que o jovem acompanhou desde o primeiro dia. Ele era estudante de História da Uerj e ativo militante das causas populares, além de ser um antigo distribuidor do jornal A Voz da Favela.

Em depoimento ao AND, um amigo do ativista que também participa da ocupação na Uerj afirmou que “Bruno sempre esteve presente nas lutas travadas pela Juventude Combatente, como na multitudinária manifestação de 17 de junho de 2013, ocasião em que levou um tiro de arma letal no ombro”. Nossa reportagem acompanhou de perto estes acontecimentos ocorridos na histórica Batalha da Alerj.

E o amigo de Bruno prosseguiu: “Mesmo atingido, o jovem militante, sempre com seu jeito tranquilo e amigável, manteve a serenidade com a justa convicção de que estava na rua lutando por algo justo, pelos direitos do povo”.

Seu enterro foi realizado no último domingo, dia 1º de outubro, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio. Muitos amigos e companheiros de luta estiveram presentes para prestar a última homenagem ao jovem militante popular.

Em nota, a Agência de Notícias das Favelas e o Jornal A Voz da Favela lamentaram profundamente o falecimento do distribuidor Bruno Alves dos Santos: "Sempre na luta pela educação pública de pobres e pretos dessa cidade. Sentimos um orgulho imenso de ter feito parte de sua bonita trajetória e de mais este jovem negro e periférico ter se dedicado por anos às causas de seus irmãos. Voa, Bruno! Jamais te esqueceremos".

Companheiros da ocupação do bandejão da Uerj prestam homenagem a Bruno Alves durante seu funeral. Foto: Talys Mota Gonçalves

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza