RJ: Ocupação do bandejão da Uerj recebe amplo apoio

A- A A+

Foto: Rodrigo Duarte Baptista

Estudantes de diversos cursos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e também do país têm manifestado ativo apoio à Ocupação do bandejão.

Na Uerj são muitos os alunos de diferentes áreas que encontram-se insatisfeitos com a situação geral precarização da universidade, o adiamento por diversas vezes do início das aulas, a ausência de limpeza, as salas de biblioteca fechadas, o atraso das bolsas de permanência, entre outros.

Alunos da pedagogia em apoio ao Ocupa Bandejão Uerj

Toda essa política de sucateamento é antiga e se arrasta pelos diferentes gerenciamentos estaduais, sendo aprofundada pelo gerenciamento de Cabral/PMDB e, mais recentemente, seu continuador Pezão/PMDB. Através da Ocupação, os alunos estão transformando sua insatisfação em luta para defender a universidade contra os projetos de privatização da educação.

Estudantes da Nutrição e Pedagogia prestaram publicamente seu apoio à Ocupação elaborando cartazes e tomando parte nesta importante luta contra o assassinato da Uerj.

Alunos da Nutrição prestam apoio a ocupação

Também os estudantes de Geografia através do Centro Acadêmico Josué de Castro, declararam em nota: "O Centro Acadêmico Josué de Castro vem, por meio desta nota, fazer coro à luta desses estudantes e apoiar a ação. Entendemos que nossos objetivos são praticamente os mesmos e, para além disso, uma postura sectária que nega uma mobilização como essa não leva o movimento estudantil para a frente."

A Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia, entidade que representa os estudantes deste curso em todo país, manifestou seu apoio à Ocupação do bandejão através de nota publicada em sua página da internet: "Saudamos a combativa iniciativa dos companheiros cariocas! Convocamos todas as estudantes de pedagogia para apoiar e participar da Ocupação do Bandejão da UERJ, pois impulsionar esta luta é enfrentar a privatização do Ensino Público no Brasil!"

Antonio Negri, filósofo italiano e antigo militante antifascista apoia a ocupação do bandejão da Uerj.

A combativa mobilização que recebeu o nome de "Ocupação Bruno Alves", em homenagem ao estudante de história e participante ativo da ocupação falecido poucos dias após a tomada do prédio, chega aos seus 20 dias de existência recebendo solidariedade de alunos, professores, entidades e personalidades democráticas.

Além dos universitários, a ocupação também vem recebendo apoio de estudantes secundaristas de diferentes colégios:

— Eu acho que essa ocupação é muito importante, porque tendemos a nos acostumar com as situações conforme estas vão sendo impostas. E esse tipo de mobilização mostra que as coisas não estão bem e é uma resposta para o governo enxergar que não permaneceremos calados diante de suas medidas - afirma o estudante secundarista Luiz Felipe, do Colégio Estadual Antônio Houaiss, localizado na zona norte do Rio.

Estudantes de escolas estaduais apoiam a ocupação do bandejão

Conforme noticiamos recentemente aqui, a casa de shows "Circo Voador" fez uma doação de 250 kg em alimentos para a ocupação e convida aos seus frequentadores a apoiar esta luta.

 

 

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja