AM: Revolta popular incendeia prédios de órgãos do velho Estado

A- A A+
Manifestantes queimam sede e veículos do Ibama. Foto de Raolin Magalhães/Rede Amazônica

Manifestantes invadiram e incendiaram edifícios de órgãos ambientais do velho Estado no município de Humaitá, no sul do Amazonas, em protesto contra a Operação “Ouro Fino”, que apreendeu e queimou balsas utilizadas por garimpeiros na extração de ouro no rio Madeira.

Na tarde de 27 de outubro, um grupo de manifestantes se reuniu no centro de Humaitá para protestar contra a Operação “Ouro Fino” desatada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), entre os dias 24 e 27 de outubro, contra a garimpagem ilegal no rio Madeira. A megaoperação do velho Estado mobilizou agentes do Exército, da Marinha, da Força Nacional de Segurança e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Prédios de órgãos ambientais do velho Estado são incendiados após operação contra garimpos. Foto de Raolin Magalhães/Rede Amazônica

Revoltados com a apreensão de instrumentos de trabalho e de 37 balsas, além da destruição de 20 delas pelo Ibama e pelo ICMBio, os manifestantes incendiaram as sedes destes órgãos, destruindo completamente várias salas. Sete carros e balsas do Ibama também foram incendiadas. Os prédios estavam vazios no momento dos incêndios.

Computadores, arquivos e processos foram destruídos por manifestantes. Foto da Rede Amazônica

Veículos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) também chegaram a ser danificados. As residências de funcionários do Ibama foram apedrejadas.

 

Nesse mesmo dia, os manifestantes entraram em confronto com a Polícia Militar e a Força Nacional de Segurança, que efetuou disparos com armas não letais e utilizou spray de pimenta, além de lançar bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral. Policiais tiveram escoriações leves devido ao arremesso de pedras e garrafas pelos manifestantes, além do uso de rojões contra os policiais.

 

Um barco do ICMBio foi queimado na manhã de 28 de outubro. Mais homens do Exército, da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança foram enviados para o município para evitar novas revoltas e manifestações.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira