Norte de Minas: Camponeses denunciam ameaça de despejo

A- A A+

Segue para repercussão a nota do Comitê de Apoio à Luta pela Terra enviada a redação de AND denunciando a ameaça de despejo que famílias da fazenda Nova Cachoeirinha vem sofrendo.

Acampamento Nova Cachoeirinha ameaçado de despejo!


 
Montes Claros, 15 de novembro de 2017
 

O desembargador Antônio Bispo do TJMG deferiu liminar de reintegração de posse favorável ao latifundiário grileiro Manoel Patrício de Souza Gomes. Esta absurda decisão desconsidera completamente o fato irrefutável dessas terras, que hoje compõe a Fazenda Vera Cruz, terem sido griladas por este latifundiário em conluio com o famigerado Coronel Georgino Jorge de Sousa nos odiosos e amplamente conhecidos episódios de 1967. As mais de 60 famílias que compõe o Acampamento Nova Cachoeirinha são os legítimos herdeiros da heroica luta dos posseiros que, neste ano, celebramos o seu cinquentenário. Nestas terras, regadas com o sangue dos heroicos posseiros de 1967, existem pessoas já idosas que foram expulsas pelas tropas e pistoleiros comandados pelo Coronel Georgino, além de filhos e netos dos 212 posseiros de Cachoeirinha expulsos de suas terras durante o regime militar. Há, inclusive, várias pessoas que foram expulsas das terras onde hoje está localizada a Fazenda Vera Cruz.
 
Apesar de constar na ata da reunião realizada no 51º Batalhão da PM em Janaúba no último dia 31/10 (em anexo), que o prazo de reintegração é de até 05 de dezembro, a operação realizar-se-á no dia 21 de novembro de 2017, conforme foi informado à advogada da LCP, Amanda Reis, por Aldenir Vianna Pereira, diretor de Promoção e Defesa da Cidadania no Campo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário – SEDA. Aldenir Vianna afirmou ainda que já foi convidado pela Polícia Militar de Montes Claros para integrar o Comitê de Crise no dia da reintegração e que já repassou o ofício com o convite para a Mesa de Diálogos.
 
Ao protelar o início da ação discriminatória, descumprindo o compromisso feito com os camponeses representantes das famílias do Acampamento Nova Cachoeirinha em reunião realizada na sede da SEDA no último dia 02 de outubro, o governo de Fernando Pimentel/PT favorece e avaliza as ações criminosas dos latifundiários grileiros de Cachoeirinha. Ademais de ser cúmplice de mais esta arbitrariedade do TJMG e responsável direto pela iminente ação violenta da PM, que está sob o comando direto do governador. Já o prefeito Wilton Leite Madureira/PT, também é cúmplice deste absurdo despejo ao não se posicionar favoravelmente a histórica luta dos posseiros. Seu criminoso silêncio e mentirosa “imparcialidade” torna-o corresponsável por tudo o que ocorrer contra as famílias.   
 
É urgente que todos os democratas e progressistas se mobilizem no sentido de impedir que ocorra mais esta injustiça! Solicitamos que enviem mensagens ou liguem para SEDA, Mesa de Diálogo e a prefeitura de Verdelândia exigindo o início imediato da ação discriminatória e a consequente suspensão da liminar de reintegração de posse.
 
Comitê de Apoio à Luta pela Terra

Contatos:
 
Neivaldo de Lima Virgílio – Secretário de Desenvolvimento Agrário Tel: (31) 3915-8453
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 
Lucas de Oliveira (Mesa de Diálogo): Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  
 
Prefeitura de Verdelândia (Wilton Madureira/PT): (38) (38) 3625-8113 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza