MS: Indígenas Kadiwéu ocupam fazenda em Corumbá

A- A A+

Indígenas da etnia Kadiwéu ocupam fazenda Bahia da Bugra, localizada na região de Nabileque, em Corumbá, a 426 quilômetros de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O movimento ocorre desde quarta-feira, 22/11. Essa ocupação é uma resposta dos indígenas que exigem a demarcação de 145 mil hectares dessa fazenda, que comporta 12 propriedades.

Os indígenas ocuparam a região com o auxílio de uma caminhonete do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Após a montagem do acampamento que começou pela Fazenda Bahia da Bugra, os Kadiwéu têm ordenado a retirada dos gados de outras 11 propriedades a fim de também ocupá-las.

As fazendas desse mesmo conjunto também foram alvos de ocupações em 2013 pelos Kadiwéu. Cada vez mais avança o número de ocupantes nessa mobilização em luta pela terra. A luta pela demarcação perdura desde 1987 e as "autoridades" se omitem quando se trata de distribuir terras para esse povo, priorizando os interesses do latifundiários.

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait