Centenas de milhares de palestinos celebram 30º aniversário do Hamas

A- A A+

Fotos: The Eyes of Palestine

Na última quinta-feira, 14 de dezembro, o Hamas (Movimento de Resistência Islâmica) completou 30 anos de existência como autêntico representante da Resistência Palestina contra a ocupação sionista.

As comemorações em Gaza, que contaram com a participação massiva dos palestinos (incluindo massas de armas nas mãos), ocorreram em meio às provocações de Israel e do USA, além da decisão do arquirreacionário Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Ao mesmo tempo, Israel decidiu fechar as fronteiras da Faixa de Gaza após o lançamento de foguetes palestinos contra o território controlado pelo invasor sionista.

O líder do Hamas, Ismail Haniya, convocou manifestações nos países árabes e territórios palestinos contra o USA e “um dia de ira e de revolução em todas as capitais e cidades até que tenhamos a anulação da decisão de Trump”.

Na próxima edição de AND (nº 202, 2ª quinzena de dezembro de 2017/1ª quinzena de janeiro de 2018) publicaremos o artigo Nova Intifada é convocada contra ocupação de Jerusalém, cujos alguns trechos informam:

“O Hamas (sigla em árabe para Movimento de Resistência Islâmica) convocou uma nova Intifada contra o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel pelo USA, no dia 7 de dezembro. A Intifada, levante de massas que combina protestos e ações armadas, busca barrar o avanço sionista.

A Intifada foi convocada em resposta ao anúncio de Donald Trump, que oficializou o início da transferência da Embaixada ianque de Tel Aviv para Jerusalém, reconhecendo assim esta cidade, reivindicada capital da Palestina, como capital do Estado invasor de Israel. O anúncio foi feito na Casa Branca, no dia 6 de dezembro.

O principal dirigente do Hamas, Ismail Haniyeh, fez um pronunciamento na Faixa de Gaza um dia após o anúncio de Trump.

‘Devemos convocar e trabalhar no lançamento de uma Intifada diante do inimigo sionista. A decisão de Trump marca o final de uma fase política e significa um ponto de inflexão histórico para a causa palestina. Afirmamos que Jerusalém está unida, não é oriental ou ocidental, e vai seguir sendo a capital da Palestina - de toda a Palestina”, declarou ele, afirmando ainda que “Donald Trump se arrependerá de sua decisão.’.

‘Só podemos enfrentar a política sionista apoiada pelos Estados Unidos com uma nova Intifada.”, disparou, nomeando ainda a Intifada como 'a libertação de Jerusalém’.

[...]

A decisão do USA e de Israel subestima profundamente a capacidade de Resistência das massas palestinas. A Intifada, segundo tudo indica, terá grande incorporação das massas da região e encontra na história uma ampla participação.

A Primeira Intifada iniciou-se em 1987, espontaneamente, como levante de massas contra o Estado sionista. O gatilho para a revolta foi o assassinato de crianças palestinas por soldados do Exército israelense, por estarem jogando pedras nos tanques. Nasce aí o Hamas, com o objetivo de libertar toda a Palestina e expulsar o invasor sionista.
Em 1990, é criada a Autoridade Palestina para administrar os fragmentos dos territórios palestinos na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, áreas que Israel não conseguiu ocupar.

Em 2000, ocorreu a Segunda Intifada convocada pelo Hamas, durando quatro anos. Em 2004, 7.366 palestinos encontravam-se detidos por Israel, sendo 386 crianças, boa parte sem julgamento. Mais de 4 mil casas palestinas foram destruídas na Cisjordânia e Faixa de Gaza.

Em junho de 2017, três jovens palestinos empreenderam uma ação armada contra agentes da polícia sionista, aniquilando dois e ferindo um. Na ocasião, eles exigiam a reabertura incondicional do Domo da Rocha – parte da identidade nacional palestina –, na Cidade Velha, então fechada arbitrariamente por Israel.”

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537

Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

EXPEDIENTE

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda 
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond 
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait