MG: Sindicato repudia demissão do sindicalista Aloísio Morais pelo jornal 'Hoje em Dia'

A- A A+

Reproduzimos a seguir a nota emitida pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) em repudio a demissão do jornalista Aloísio Morais.


Sindicato repudia demissão do sindicalista Aloísio Morais pelo jornal “Hoje em Dia”

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) repudia a demissão do jornalista Aloísio Morais pelo jornal “Hoje em Dia”, ocorrida na sexta-feira (15/12). A demissão é ilegal e configura clara perseguição da empresa ao jornalista e flagrante prática antissindical. Aloísio não pode ser demitido, ele tem dupla estabilidade - como ex-diretor do Sindicato até junho deste ano, e como atual dirigente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Esta é a segunda vez que o jornal demite o sindicalista ilegalmente.

Trata-se de explícita retaliação dos patrões à atuação do Sindicato em defesa da categoria num momento em que todo tipo de direito está sendo desrespeitado. Aloísio sempre se destacou na defesa dos direitos dos jornalistas. Além de diretor na gestão passada, foi presidente do Sindicato em dois mandatos. Ele trabalha no “Hoje em Dia” há 30 anos.

Nos últimos anos, o “Hoje em Dia” tem se especializado em desrespeitar a lei e não cumprir os direitos trabalhistas. Os salários de novembro e a primeira parcela do 13º não foram pagos e a empresa não deu satisfação aos trabalhadores. Em fevereiro de 2016, o jornal dispensou 38 jornalistas sem pagar a rescisão e nem o salário do mês trabalhado. Até hoje, o pagamento não foi feito e a ação está na Justiça.

O jornal pertence ao ex-prefeito de Montes Claros que no ano passado foi preso pela Polícia Federal e impedido de se candidatar à reeleição: Ruy Muniz. Em junho deste ano, a antiga sede do “Hoje em Dia” foi ocupada por jornalistas e movimentos sociais, depois de aparecer na delação da JBS, numa negociata envolvendo o senador Aécio Neves e ex-donos do jornal. Esta é a segunda vez que Aloísio é dispensado ilegalmente pelo “Hoje em Dia”.

A primeira vez foi em 2014, após a eleição presidencial. Ele foi reintegrado em 2016, após ganhar ação na Justiça, em todas as instâncias. A Justiça também determinou que o jornal lhe pagasse todos os direitos trabalhistas e multas decorrentes da demissão ilegal. Até hoje, no entanto, o pagamento não foi feito.

O Sindicato não aceita mais esta afronta à categoria.

Luta, Jornalista!

Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017


Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG)

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira