SC: Ocupação do Hospital Regional de Araranguá se mantém firme

A- A A+

A ocupação do Hospital Regional de Araranguá (SC), iniciada no dia 22 de dezembro de 2017 se mantém firme, e obtendo vitórias maiores a cada dia que se passa.

Dessa vez, a Organização Social IDEAS (que será a nova "gestora" do hospital) chamou para uma negociação no dia 08/01. Isso é uma mostra de que a ocupação do Hospital Regional está começando a incomodá-los já que antes disso nem sentar para conversar queriam.

O SindiSaúde, sindicato que representa os trabalhadores da área da saúde, em conjunto com os trabalhadores, em Assembleia Geral já definiu que a única forma de conseguir obter os direitos dos trabalhadores no hospital, isto é, 6 meses de estabilidade, rescisão contratual paga, e não redução ainda maior do quadro de funcionários, e não terceirização de setores que a nova gestora pretendia fazer, é manter a ocupação, resistindo, através da palavra de ordem: Ocupar e Resistir!

Ficou claro o ódio do povo e dos trabalhadores com relação a este sistema político fajuto, onde todos repudiaram a atitude dos politiqueiros de plantão, dos vereadores e toda a laia de oportunistas, principalmente o quadrilheiro Raimundo Colombo/PSD, "governador" do estado de Santa Catarina.

A ocupação segue firme, com média de quarenta pessoas dormindo por noite, com a devida organização, comissões, e mobilização do povo de Araranguá e região, sabendo que sem eles não é possível manter a ocupação funcionando.

Vale salientar, que até onde sabemos, é a primeira ocupação de um hospital público no Brasil, sendo histórica, e portanto, importantíssima mostra de qual caminho os trabalhadores devem seguir para obter seus direitos: combatividade, independência, e classismo.

VIVA A HISTÓRICA OCUPAÇÃO DO HOSPITAL REGIONAL DE ARARANGUÁ!!
ABAIXO O GERENCIAMENTO DE RAIMUNDO COLOMBO/PSD!
IR AO COMBATE SEM TEMER, OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza