ES: Moradores erguem barricada pela instalação de radares em Rodovia

A- A A+

 Barricada em chamas bloqueia ES-381 em manifestação por funcionamento de radares. Foto: Sandro Fernandes/Arquivo Pessoal

Moradores do município de São Matheus, no norte do Espírito Santo, atearam fogo em pneus bloqueando os dois sentidos da Rodovia ES-381, que liga a cidade ao município de Nova Venácia, em protesto pelo funcionamento dos radares de velocidade, no dia 10 de fevereiro.


A manifestação que se iniciou por volta das 10h da manhã, reivindicava o uso de radares na rodovia, uma vez que sem o controle da velocidade dos veículos, os atropelamentos e acidentes tornam-se muito mais frequentes.
A região é conhecida pelo alto índice de acidentes e, apesar disso, os órgãos do velho Estado 'responsáveis' não haviam tomado nenhuma atitude.

Histórico de acidentes e protestos

Não é a primeira vez que os moradores do município, localizado a 215km da capital capixaba, se organizam em protesto por mais segurança nas condições de tráfego de veículos e pedestres na região.
Em agosto de 2013, moradores da comunidade de Vaversa, no interior de São Mateus, fecharam a BR-381 após a morte por atropelamento de uma camponesa moradora da localidade.
Na ocasião, os moradores cavaram uma vala no asfalto, colocaram fogo em pneus e troncos de árvores, mantendo o bloqueio da rodovia por dois dias até que algum membro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (Dnit-ES) fosse à localidade para solucionar a situação.

Sobre os frequentes acidentes, ainda em 23 de dezembro de 2017, uma grave colisão entre um carro de passeio e uma carreta que transportava madeira, no quilômetro 5 da rodovia, tirou a vida do motorista e feriu uma mulher que estava no banco do carona do carro.

Cada vez mais, por todo país, o povo percebe que só é possível conquistar os direitos mais básicos e ter suas necessidades satisfeitas por meio da mobilização e luta. Nestas condições, paus pedras, barricadas e fogo tornam-se instrumentos mais do que úteis, necessários na luta reivindicativa.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza