SP: Brigadas agitam AND em Carapicuíba

A- A A+

Jovens apoiadores do jornal A Nova Democracia realizaram 4 brigadas de vendas durante o mês de Janeiro em Carapicuiba - região metropolitana de SP. Com o aumento abusivo das tarifas na região, os jovens utilizaram os ônibus da linha municipal como local para as brigadas, aproveitando a oportunidade para denunciar o novo aumento como mais um ataque dos governantes em conluio com as empresas da máfia dos transportes contra a classe trabalhadora.

Com as edições nº 202 e 203 em mãos, os jovens fizeram uma vigorosa agitação denunciando a farsa eleitoral, o aumento da carestia de vida, do desemprego e da repressão, apontando como única solução a necessidade de uma revolução democrática, agrária e anti-imperialista. Durante as agitações, os jovens também exaltaram as lutas do povo brasileiro e do mundo expressos em destaque nas capas das duas edições - a heroica resistência palestina e a luta dos camponeses em Pau D'arco - reforçando às massas que o caminho é o da organização para vencer as batalhas que se avizinham e, principalmente, para a conquista do poder.

Outro ponto de destaque das agitações foi a propaganda da Revolução Agrária levada a cabo por camponeses organizados de norte a sul do país, que numa luta de vida ou morte, estão avançando cada vez mais na conquista da terra e destruição do latifúndio como parte da Revolução de Nova Democracia em curso no nosso país.

Entre passageiros, motoristas e cobradores, a recepção foi muito positiva. Seja com a compra do jornal ou palavras de apoio, as massas demonstraram toda sua revolta com esse sistema de exploração cada vez mais apodrecido e concordaram que o Brasil precisa é de uma grande revolução. Demonstraram, também, grande compreensão da necessidade de haver uma imprensa popular e democrática que esteja comprometida integralmente com os povos explorados do Brasil e do mundo em contraposição ao monopólio de imprensa que recebe milhões em dinheiro para enganar, iludir e desinformar o nosso povo.

Novas brigadas serão realizadas elevando, cada vez mais, a consciência de trabalhadores e jovens da região.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza