DF: Tráfico de armas dentro do Exército

A- A A+

Foto: Antonio Cruz /Agência Brasil

Militares das Forças Armadas foram alvo de mandados de prisão e de busca e apreensão acusados de formar uma quadrilha para comercializar armas, no Distrito Federal. O ex-militar do Exército, Mauro de Souza Ferreira, chegou a ser preso, acusado de ser líder do bando criminoso, no dia 23 de março. Outros dois militares da ativa (do Exército e da Aeronáutica) também foram presos, mas não tiveram seus nomes revelados.

Esses não são casos isolados. Nos últimos dez anos, ao menos 191 milhões de reais foram desviados por milicos das Forças Armadas, segundo apurou o Ministério Público Militar, em 2017. Boa parte deste valor é resultado de crimes como fraudes a licitações, corrupção passiva, ativa, peculato e estelionato, segundo investigações.

Os fatos comprovam cada vez mais o que está expresso no editorial da edição n° 205 de AND: "O inevitável aprofundamento do genocídio contra o povo e consequente envolvimento de membros das Forças Armadas com o tráfico de drogas e armas só trará à tona a realidade oculta da corrupção que medra nas altas esferas destas e levará a sua própria desmoralização, sendo este o prenúncio da ruína total do velho Estado. E isto ficará provado mais cedo do que pensam os falcões deste decrépito sistema de exploração e opressão do povo, bem como seus gerentes de turno, os atuais como Temer e sua quadrilha ao pugnar por tirar proveito eleitoreiro da intervenção."

E, como bem finaliza o texto: "Esta situação é nada mais do que o início das dores do parto para uma nova realidade, um novo sistema econômico-social e um novo regime político que surgirão da Revolução Democrática, Agrária e Anti-imperialista como a única solução para a redenção dos brasileiros e a libertação da nação na construção do Brasil Novo."

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza