PA: Seminário na UFPA denuncia Lixão de Marituba

Com informações do Comitê de Apoio ao AND de Belém e Região Metropolitana

Na última quinta (29/03), ocorreu na Universidade Federal do Pará (UFPA) o Seminário intitulado "Lixão de Marituba: O que fazer?" com o propósito de debater e denunciar a questão do lixo a céu aberto chamado de "aterro sanitário" pelo gerenciamento de Zenaldo Coutinho/PSDB de Belém no município de Marituba a 11 km da capital.

Há dois anos o Lixão do Aurá que ficava localizado em Ananindeua foi fechado e o suposto aterro foi transferido para Marituba apenas empurrando com a barriga o descaso com a população cabana. De lá pra cá as denúncias e reivindicações só tem aumentado. 

Mais do que um crime ambiental, é uma questão de saúde pública, onde toda a população de Marituba está exposta ao chorume, mal cheiro e poluição do ar, suscetíveis a vários tipos de doenças, o que denuncia a omissão do velho Estado para com a saúde do povo. 

Diversas Manifestações promovidas pelos moradores ao longo de 2017, incluindo bloqueios da BR-316, denunciaram a situação de descaso em que o povo se encontra frente a omissão dos gerenciamentos de turno e órgãos públicos como promotores que muito prometem, mas nada fazem.

O Comitê de Apoio ao Jornal A Nova Democracia de Belém e região Metropolitana  esteve presente no evento fazendo brigada de vendas do jornal e distribuindo as edições de março aos presentes.

Em uma fala de saudação ao Seminário e à iniciativa da universidade em promover o debate, um representante do Comitê de Apoio também denunciou o crime cometido contra a população, ressaltando o histórico de luta e resistência do povo paraense e lembrando que foi no Estado do Pará que ocorreu a Guerrilha do Araguaia.  

Ao longo da discussão, por diversas vezes foram entoadas palavras de ordem e gritos de protesto como "Fora Zenaldo!" (Prefeito da cidade Belém) , "Fora lixão!" "Fora Raimundo Moraes" (Promotor de Justiça).

Estiveram presentes intelectuais, estudantes, professores, representantes da Associação dos catadores de latinhas, como também e a própria comunidade de Marituba. 

Moradores do município, indignados com o descaso frente as reivindicações não atendidas, propuseram a prática da desobediência civil, a qual se faz necessária como instrumento de luta do povo por seus diretos. Comprovando dessa forma, uma vez mais, que a consigna Rebelar-se é justo! penetra nas massas e ganha raízes na  luta popular.

 

 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro