CE e PB: Ocupação de latifúndios e ameaça de despejo

A- A A+
Camponeses tomam latifúndio pertencente a parlamentares no município de Tacima (PB) no dia 10 de abril. Foto do MST

Cerca de 100 famílias ocuparam a fazenda São Domingos, no município de Lavras da Mangabeira, Ceará, na madrugada de 11 de abril. O latifúndio improdutivo, com 996 hectares, está registrado em nome da Petronília Bezerra Augusto de Lima. Os camponeses, vinculados ao MST, exigem que as terras sejam destinadas para a “reforma agrária”.

No município de Cratéus, também  no Ceará, cerca de 200 famílias ocuparam uma área do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DENOCS) no dia 10 de abril. A ocupação é uma forma de exigir o assentamento das famílias na região, que foram desalojadas pelo Lago da Fronteira.

No mesmo dia, em Quixeramobim, no sertão central do Ceará, cerca de 100 famílias ocuparam a fazenda Serrote, com de 3.700 hectares, pretensamente pertencente a família Carneiro.

Na Paraíba, cerca de 200 famílias ocuparam a fazenda Volta, no município de Tacima, no dia 10 de abril, pretensamente pertencente ao senador José Maranhão/PMDB e ao deputado federal Benjamin Maranhão/Solidariedade. No dia seguinte, a 1ª Vara Mista da Comarca de Araruna  expediu um mandado de reintegração de posse contra os camponeses, que até o fechamento desta matéria não havia sido cumprido.

No mesmo dia, mas no município de Cruz do Espírito Santo, litoral paraibano, cerca de 250 famílias ocuparam a fazenda Patrocínio.

As ocupações relatadas acima integram a chamada “Jornada Nacional de Lutas Pela Reforma Agrária” do MST, que rememora os 22 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza