Maoistas hasteiam bandeiras comunistas na Áustria

Enormes bandeiras comunistas foram penduradas em locais estratégicos de duas cidades austríacas por militantes maoistas, no dia 5 de maio. Em Viena e Linz, as ações tiveram grande repercussão e transeuntes chegaram a aplaudi-las. As ações de agitação e propaganda faz parte da campanha internacional de celebração aos 200 anos de Karl Marx, convocada por Partidos e Organizações Maoistas.

As ações na Áustria – planejadas, preparadas e executada pelo Comitê Executivo Karl Marx, e com a participação de militantes do grupo Partizan Avusturia – ocorreram em locais simbólicos e estratégicos.

Na cidade de Viena, o prédio Karl Marx Hof – o maior edifício residencial do mundo – foi decorado com enormes bandeiras comunistas em todos os andares, além de uma faixa com o selo da campanha internacional. Uma multidão acompanhou atenta a decoração do edifício.

Na cidade de Linz, as bandeiras foram hasteadas na região próxima ao rio Danúbio. Grandes prédios – construídos pelos nazistas na ocasião da segunda guerra – foram também usados como base para grandes bandeiras vermelhas com a foice e martelo tremularem.

Na ponte que corta o rio Danúbio, ainda em Linz, os maoistas realizaram uma grande agitação. Uma grande bandeira foi pendurada, junto com uma faixa estampando o selo da campanha internacional. Fogos de artifício e sinalizadores anunciavam a ação dos comunistas. A resposta foi imediata: os transeuntes fotografavam e longos períodos de aplausos cortavam o silêncio. No centro da cidade, praças tradicionais foram também decoradas com as bandeiras comunistas que, segundo o Comitê Executivo Karl Marx, ficaram lá por dias, sem serem retiradas.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin