Polícia brasileira é a mais violenta do mundo

A- A A+
 

Foto: Ellan Lustosa/AND

A polícia brasileira é a mais violenta entre todas as polícias do mundo, segundo o Atlas de Violência de 2018, divulgado no dia 5 de junho. Pela primeira vez, o Brasil ultrapassou a marca de 30 homicídios praticados pela polícia por 100 mil habitantes. O Atlas foi produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Em uma década, de 2006 a 2016, a taxa de homicídios de negros cresceu 23,1%. No mesmo período, a taxa entre os não negros teve uma redução de 6,8%. “A conclusão é que a desigualdade racial no Brasil se expressa de modo cristalino no que se refere à violência letal e às políticas de segurança”, diz o estudo, apontando claramente o caráter racista das políticas genocidas do velho Estado no Brasil, no que diz respeito à ação dos mecanismos de repressão contra o povo.

A Polícia que mais mata no Brasil é a do Rio de Janeiro, estado da que se tornou uma espécie de laboratório de políticas reacionárias contra o povo, movidas diretamente pelas Forças Armadas. Segundo o estudo, somente em 2016, 538 pessoas foram assassinadas por agentes de repressão do velho Estado. Um pouco menos que o dobro do número registrado no ano anterior, quando 281 pessoas foram mortas pela polícia. No total, 4.222 brasileiros foram vitimados em ações policiais naquele ano.

Edição impressa

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

PUBLICIDADE

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!
#
#
#

ONDE ENCONTRAR

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja