Defensores de prisioneiros políticos são presos na Índia

A- A A+

 

Rona Wilson, secretário de Relações Públicas do Comitê pela Libertação dos Presos Políticos

Advogado popular Surendra Gadling, então defensor do democrata preso GN Saibaba

Quatro democratas indianos foram presos pela polícia acusados de terem envolvimento com os protestos violentos das massas pobres, no distrito de Pune, estado de Maharashtra, no dia 6 de junho. Dentre eles estão o secretário de Relações Públicas do Comitê pela Libertação dos Presos Políticos (CLPP), Rona Wilson, e o advogado popular Surendra Gadling, membro executivo do CLPP. Os ativistas já tinham sido alvo de perseguição no dia 17 de abril, tendo suas casas invadidas e pertences tomados por unidades policiais. Além dos membros do CLPP, o professor da Universidade de Nagpur, Soma Sen; e o ativista dalit Sudhir Dhavale também foram presos.

Todos os ativistas e intelectuais democráticos foram presos sob a Lei de Prevenção de Atividades Ilegais (LPAI), totalmente arbitrária e que remete a legislações fascistas. Rona Wilson, que é considerado pelos ativistas democráticos indianos como um importante líder da luta pela libertação dos presos políticos do velho Estado, foi preso no início da manhã do dia 6 processado no Tribunal Patiala House, que sancionou sua prisão preventiva a pedido da polícia.

O CLPP se pronunciou em nota de repúdio à prisão dos intelectuais, onde destaca o caráter político das operações. O Comitê destaca o papel de Rona Wilson, que “está na vanguarda de numerosas mobilizações contra a aplicação de draconianas leis, como a LPAI, e contra o uso arbitrário da pena de morte contra muçulmanos e dalits”. “Ele é uma voz ativa na campanha pela libertação dos presos políticos que condenam as ações antipopulares do Estado para perseguir os setores marginalizados”, pontua sobre Wilson.

Sobre o advogado popular Surendra Gadling, o CLPP pontua que ele “está defendendo muitas pessoas inocentes enquadradas no âmbito da LPAI e foi fundamental para a libertação de muitos presos políticos”. O Comitê recorda ainda que Gadling é o atual adovado do importante intelectual democrata GN Saibaba, preso desde o início de 2017 e alvo da repressão há anos por denunciar os crimes cometidos pelo velho Estado contra o povo.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza