SP: Brigada nos trens em apoio à greve dos caminhoneiros

A- A A+
 

Na noite da quarta-feira, 30 de maio, o Comitê de Apoio ao AND de São Paulo realizou vitoriosa brigada nos trens da cidade de São Paulo com agitação revolucionária e democrática em apoio à justa greve dos caminhoneiros.

A edição nº 210 do jornal ainda não havia chegado às mãos do Comitê de São Paulo, mas a sua ausência não se converteu em desculpa para que o Comitê deixasse de realizar a atividade de divulgação do editorial recém publicado na página da internet do AND.

Por entenderem a importância da divulgação entre as massas o mais rápido possível do posicionamento de total apoio aos caminhoneiros propugnado pelo editorial, sendo imprescindível conclamar as massas a apoiar sem vacilação à greve que balançava os alicerces do velho Estado, a solução encontrada pelo comitê foi elaborar versão impressa do editorial como panfleto, às centenas, retirando o texto da internet.

Além disso, foram distribuídos cerca de 200 jornais de edições anteriores, aos quais também foram grampeados em suas capas os panfletos com o editorial da edição 210.

Munidos desse material e desviando dos fiscais e seguranças nas estações de trem, em suas intervenções nas dezenas de vagões pelos quais passaram, em contato com centenas de trabalhadores, os agitadores e propagandistas do AND sustentaram que a única saída para o povo é a ampliação da mobilização popular, apoiando a greve iniciada pelos caminhoneiros sem tergiversações, destacando que nem intervenção militar, nem a farsa eleitoral poderão resolver quaisquer dos problemas das massas oprimidas de nosso país e que só uma revolução feita pelas mãos do próprio povo pode libertá-lo.

Ao realizarem a divulgação do jornal, os integrantes do Comitê de SP esclareceram também que a intervenção militar em nada vai resolver os problemas das massas oprimidas, e que ela é só mais uma tentativa das velhas classes dominantes fadada ao fracasso, em seu esforço desesperado para manter no poder pela violência essa velha ordem cada dia mais apodrecida.

Por fim, os agitadores enfatizaram que mesmo que os reacionários lancem mão dos militares e de toda a violência para tentar aplastar a luta do povo, a reação não será capaz de derrotar aqueles que sustentam a sociedade sobre suas costas, pois estes, a exemplo dos caminhoneiros, a cada dia se levantam mais combativos, e darão a devida resposta à altura.

Como resultado das intervenções, muitos trabalhadores demonstraram profundo interesse em conhecer mais o AND e manifestaram sua concordância com a necessidade e justeza da rebelião popular. No mesmo sentido, foram realizadas diversas contribuições financeiras ao jornal, com apoio material à imprensa democrática.

A recepção por parte dos trabalhadores às agitações realizadas foi realmente entusiasmante. Ao final da noite, convocando as massas a apoiar os caminhoneiros e elevar os seus protestos, os apoiadores do jornal encerraram sua intervenção com a seguinte palavra de ordem Viva a imprensa democrática e popular!, e despediram-se dos vagões do trem, assim que as portas se abriram para o desembarque.

Caminhando na estação, mesmo antes do trem partir e do fechamento completo de suas portas, os agitadores puderam ouvir claramente a resposta calorosa dos passageiros que há pouco os escutavam receptivos. Com um alto e ressoante "Viva!", as massas responderam, dando mais uma mostra de que as ideias revolucionárias tem amplo espaço para avançar a passos largos em meio ao povo de nossa cidade, e de todo o país.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

PUBLICIDADE

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!
#
#
#

ONDE ENCONTRAR

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja