RJ: Duas mulheres são baleadas em operação no Morro dos Macacos

A- A A+

Foto: Fabiano Rocha/Agência O Globo

No mesmo dia em que tropas do Estado invadiram mais de dez favelas da cidade (06 de junho), policiais militares cercaram o Morro dos Macacos, no bairro de Vila Isabel, zona norte do Rio, em busca de uma carga de rações para gatos e cachorros que havia sido roubada na Avenida Brasil momentos antes. Os policiais seguiram a carga por toda a cidade sem abordar os assaltantes e, somente quando chegou à favela, os agentes decidiram interceptar o caminhão com a mercadoria roubada. Centenas de trabalhadores e estudantes circulavam nos acessos ao Morro dos Macacos quando um intenso tiroteio começou.

Duas irmãs ainda não identificadas foram baleadas na Rua Torres Homem, principal acesso à favela. Uma delas foi atingida no rosto e segue internada em estado grave e a outra foi atingida na perna e recebeu alta no mesmo dia. Com exclusividade, AND entrevistou o marido de uma mulher que ficou no meio do tiroteio e presenciou o momento em que as duas irmãs foram baleadas. Com medo, ele preferiu não se identificar.

— A polícia chegou aqui atirando para todos os lados. Minha mulher se abaixou entre dois carros com os cachorros. As duas irmãs foram baleadas na hora que passaram ao lado dela. Ela está em estado de choque e disse que quer se mudar daqui. E aqui, tudo funciona na base do dinheiro. Quando a polícia recebe uma parte do dinheiro do roubo de carga ou do tráfico, fica tudo em paz. Mas quando os bandidos não pagam a polícia, acontece isso. Outro dia, uma bala entrou dentro da minha casa quando nós tomávamos café — denuncia.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza