Alemanha: Exitoso concerto celebra 200 anos Karl Marx em Bremen

A- A A+



Com informações do site Dem Volke Dienen (Servir ao Povo)


No dia 1° de junho, em Bremen, o pontapé inicial dos eventos em celebração aos 200 anos de Karl Marx foi marcado por um exitoso concerto.

O concerto foi um bom precursor para a grande celebração internacional do dia 30 de junho, que também acontecerá em Bremen. A programação do evento refletiu o espírito proletário internacionalista da campanha de 200 anos de Karl Marx e da celebração internacional que se aproxima. O evento contou tanto com apresentações de rap local promovidas por um jovem de Bremen, como do rap internacional de S. Castro e Apoio e também do Chile pelo Bandera Roja. Também músicas e danças folclóricas turcas foram apresentadas.

As apresentações musicais foram seguidas por vigorosas palavras de ordem, entoadas em diferentes idiomas e, após o concerto, a música dos trabalhadores internacionais foi ainda mais celebrada. Uma multidão de jovens revolucionários, bem como todos os presentes, celebraram em conjunto o início da campanha internacional.
O evento une-se a grandiosa campanha que está moldando cada vez mais a imagem da cidade de Bremen nos dias de hoje: cartazes e consignas da campanha, citações e a imagem do grande Karl Marx ocupam cada vez mais espaço nas ruas de Bremen dia a dia.



O concerto foi complementado, no dia seguinte, por uma exposição feita pelo grupo Bandera Roja, no qual relataram a situação da luta popular e revolucionária no Chile.
Foram dadas ênfases especiais sobre as lutas dos indígenas Mapuche, sobre o movimento estudantil combatente, especialmente a celebração anual do Dia da Juventude Combatente de 29 de março, sobre as lutas do movimento feminino que se desenvolvem especialmente nas universidades, sendo expostas as experiências na luta contra o revisionismo. Os tópicos foram aprofundados com perguntas e discussões. Mas, acima de tudo, foram valoradas as experiências dos camaradas chilenos na luta de classes e especialmente a relação destas com a luta pela reconstituição do Partido Comunista na RFA (República Federativa da Alemanha). O exemplo vivo da implementação dos "três com" - viver, trabalhar e lutar com as massas - ganhou destaque especial.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza