Chile: Assassinos de Victor Jara são condenados

A- A A+

Nove soldados das Forças Armadas chilenas foram condenados pela morte do cantor e compositor Victor Jara no dia 3 de julho. Victor Jara, importante artista revolucionário chileno, resistiu ao golpe militar de Augusto Pinochet e foi morto, com 44 tiros, após o triunfo do golpe.

Os mesmos soldados também são responsáveis e indiciados pela morte do militante e advogado Littré Quiroga. Os dois crimes ocorreram no ano de 1973, no início do regime militar fascista.

Segundo o jornal democrático-popular El Pueblo, os militares responsáveis pelos homicídios de Jara e Quiroga são os militares Hugo Sanchez Marmonti, Raul Jofre González, Edwin Dimter Bianchi, Nelson Haase Mazzei, Enersto Bethke Wulf, Juan Jara Quintana, Hernán Vásquez Chácon Soto e Patricio Danoso. Todos os acusados estão sentenciados a cumprir pena de 15 anos e um dia com acréscimo de três anos por terem também sequestrado ambas as vítimas.

Victor Jara retratava em suas letras a opressão e exploração a qual esteve e está sujeita a classe proletária e o povo, ressaltando a necessidade da luta revolucionária.

Segundo o El Pueblo o artista exerceu grande destaque, cumprindo seu papel em defesa de uma nova sociedade e sendo, por isso, barbaramente assassinado.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira