Camponês é assassinado e filha gravemente ferida em ataque de pistoleiros


Repercutimos a seguir matéria publicada no site Resistência Camponesa 


No dia 22 de julho, Ismauro Fatimo dos Santos de 49 anos foi assassinado a tiros na estrada, próximo a linha 14, quando se deslocava de carro para o acampamento Enilson Ribeiro em Seringueiras. Sua filha de 16 anos também foi atingida com um disparo na cabeça e está internada em estado gravíssimo. Segundo testemunhas, um grupo de pistoleiros interceptou o veículo de Ismauro, e em seguida fez disparos certeiros, sendo que dos quatro tiros que atingiu Ismauro, três foram na cabeça.

Ismauro era conhecido pelo apelido de Paraná, era morador da área Paulo Freire 4 e estava apoiando a tomada da área Enilson Ribeiro.

O assassinato do companheiro Paraná, tem o mesmo modus operandi praticado pelos bandos armados do latifúndio compostos de pistoleiros e policiais, apoiados, protegidos e acobertados pela cúpula da área de segurança do Estado, que agem impunemente como “grupos de extermínios” assassinando camponeses combativos e lideranças da luta pela terra.

Diante de tais crimes a imprensa lixo, porta-voz da polícia e do latifúndio com sua costumeira cumplicidade, silencia. Por outro lado, fazem grande berreiro para atacar e caluniar a luta camponesa combativa, particularmente a LCP – Liga dos Camponeses Pobres. Sob qualquer pretexto, não se cansam de demonizar, caluniar, imputar crimes sem apresentar nenhuma prova, usando todo tipo de insinuações, artifícios e mentiras. Tudo com objetivo de criminalizar a honrada luta pela terra para justificar os crimes do latifúndio e do velho Estado.

A morte de Ismauro e os graves ferimentos da sua jovem filha são crimes cometidos por bandos armados a mando do latifúndio, que nada tem de “pop”, como repete a rede Globo. Na verdade o latifúndio é isso, representa o atraso, desgraça, exploração, miséria e sangue para os camponeses e a nação.

Mas assim como tantos outros companheiros e companheiras, o sangue de Ismauro não terá sido em vão.

E não cansamos de repetir, o terror do latifúndio e de seu velho Estado não vai parar a luta pela terra! Só faz acumular ainda mais ódio, revolta e sede por justiça!

Conclamamos as pessoas e organizações, independentes, democráticas e honestas para manifestarem apoio a justa luta dos camponeses e unir esforços para barrar os crimes do latifúndio e do velho Estado.

Punição para os mandantes e assassinos de Ismauro!

Companheiro Ismauro, presente na luta!

Viva a resistência dos camponeses da área Enilson Ribeiro!

Viva a resistência dos camponeses da área Paulo Freire!

Conquistar a terra! Destruir o latifúndio!

Viva a Revolução Agrária!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro