Argentina: Macri dá mais poder às Forças Armadas

A- A A+

Em contextos de crise econômica e corte de direitos o presidente da semicolônia argentina, Mauricio Macri, anunciou uma série de medidas que incrementa a militarização do velho Estado, dando mais funções e poder às Forças Armadas, em 23 de julho. O Exército passará, por exemplo, a ter competência para executar tarefas de segurança interna.

Em decreto, o gerente afirma que os militares irão prestar “apoio logístico” nas áreas de fronteiras, intervindo para salvaguardar elementos, não mencionados, de caráter estratégico, além de combater o “terrorismo”.

População, democratas e movimentos populares reprovam a medida, denunciando seu caráter antidemocrático e reacionário. Segundo organizações democráticas o regime militar deixou cerca de 30 mil desaparecidos, além de cometer uma série de outras violações como torturas e perseguições políticas.

A crescente atuação das Forças Armadas se apresenta em um quadro de crise política e econômica, como uma resposta aos levantes populares. Macri solicitou esse ano um empréstimo de 20 bilhões de dólares ao FMI a juros altíssimos, e em troca aceitou aplicar as medidas antipovo como a contrarreforma da previdência, cortes de gastos nos serviços públicos (educação, saúde etc.) e política de arrocho salarial. Todo seu entreguismo levará mais pobreza para as massas, que responderão.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza