Trabalhadores se levantam em protestos na China

A- A A+
 

Dezenas de tralhadores de uma fábrica chamada Shenzhen Jasic Technology foram brutalmente reprimidos e presos no dia 27 de julho, na província de Guangdong, no sul da China. Eles protestaram contra demissões arbitrárias promovidas pela empresa. As demissões ocorreram no dia 20 de julho e, segundo o portal de notícias rfa.org, se deram contra mais de 20 operários, sob acusações de “promoverem distúrbios e agitação política” e por serem “apoiados por ativistas maoístas”.

Durante o protesto do dia 27 de julho, os trabalhadores gritavam: Nenhuma demissão ilegal! Queremos voltar ao trabalho!. Portando bandeiras e faixas, agitavam palavras de ordem e cantavam o hino do proletariado de todos os países, A Internacional.

As forças de repressão, a mando da direção da fábrica, atacaram e prenderam cerca de 30 trabalhadores. Outros sete denunciaram ter sido espancados pela polícia por participarem da luta por fundar o sindicato dos trabalhadores naquela fábrica.

De acordo com uma carta aberta de denúncia veiculada por ativistas apoiadores da luta dos trabalhadores da Shenzhen Jasic Technology, os proprietários da fábrica são delegados do Congresso do Povo de Shenzhen, um órgão controlado pelo revisionista e reacionário Partido Comunista da China.

Guangdong tem sido palco de intensas lutas do proletariado chinês nos últimos meses. Particularmente na capital Guangzhou, ocorreram massivos protestos como uma greve de operadores de guindaste, realizada juntamente com as manifestações de 1º de maio, que atraíram milhares de trabalhadores e ativistas. Segundo reportagem veiculada em newbloommag.net, essas lutas têm despertado outras e atraído a atenção de trabalhadores de outros setores, como os mineiros de Hunan, que se deslocaram para Shenzhen, Guangzhou e outras cidades em Guangdong e se uniram aos trabalhadores locais para protestar contra as condições insalubres de trabalho que enfrentam.

Edição impressa

A imprensa democrática e popular depende do seu apoio

Leia, divulgue e conheça. Deixe seu nome e e-mail para se manter informado
Please wait

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

PUBLICIDADE

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Tel.: (11) 3104-8537
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!
#
#
#

ONDE ENCONTRAR

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja