BA: Ferroviários promovem greve de 48 horas

A- A A+
 

Trabalhadores ferroviários iniciaram no dia 4 de setembro uma paralisação de 48 horas em Salvador. Um protesto ocorreu na Estação da Calçada. A categoria reivindica reajuste salarial e melhores condições de trabalho. Acompanhados de um carro de som, distribuíram panfletos para a população explicando os motivos da ação. Os trens do subúrbio que ligam os bairros da Calçada e Paripe foram paralisados.

De acordo com o Sindicato dos Ferroviários (Sindiferro) foi a falta de acordo com a Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) que motivou a paralisação. O reajuste salarial não é dado aos trabalhadores há três anos e, caso não haja acordo novamente, a paralisação continuará até que as exigências sejam atendidas.

A Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), por sua vez, em entrevista para o monopólio de imprensa, tentou justificar-se dizendo o valor dos salários atuais não está sendo reajustado por conta da crise econômica no país, jogando para as costas dos trabalhadores o ônus, mantendo seus fabulosos superlucros.

Trabalhadores distribuem panfletos para informar usuários dos trens sobre a greve

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja