Avançam ataques à educação, ciência e tecnologia: Centro de Biotecnologia da Amazônia é privatizado

No dia 4 foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços o edital para selecionar uma Organização Social (OS) para gerenciamento do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), um dos mais importantes polos de ciência e tecnologia da Amazônia. Segundo o edital, a OS receberá anualmente cerca de R$ 11,5 milhões do governo federal, orçamento que poderá ser maior devido associação com empresas de capital estrangeiro. Atualmente o CBA está subordinado ao Inmetro e possui um recurso de R$ 5 milhões anuais.

De acordo com os pesquisadores do CBA, o processo de privatização não está avaliando a situação das demais instituições de pesquisas do Amazonas, como Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade Estadual do Amazonas (UEA), o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), assim como não estão estabelecidos critérios favoráveis aos interesses das populações tradicionais que detêm grande parte desse conhecimento.

Outro ponto importante é que nem Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda) e nem Academia Brasileira de Ciências foram convidadas a discutir soluções para a grave crise que enfrenta o CBA devido os cortes no seu orçamento.

O cenário tende a ser ampliado nos próximos anos devido a “PEC do teto” que congela os gastos em saúde e educação pelos próximos 20 anos, além de exibir claramente o quanto é prejudicial o processo de mercantilização da educação, ciência e tecnologia.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro