RJ: Profissionais da educação fazem paralisação com protesto

A- A A+

Protesto de profissionais da educação em frente a prefeitura de Cabo Frio

Um protesto marcou a paralisação de 24 horas dos profissionais da educação, no dia 18 de setembro, em frente a prefeitura de Cabo Frio, região dos lagos. De acordo com o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), cerca de 70 professores participaram da greve de advertência para exigir o pagamento de benefícios como o décimo terceiro, insalubridade, enquadramento por formação e outros. Eles protestam ainda contra o desconto feito pelo Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf), que afirmam ser indevido.

Em seguida, na assembleia realizada no C.E. Miguel Couto, foram deliberadas, entre as propostas, uma greve de advertência de 48 horas nos dias 26 e 27 de setembro, com novo ato seguido de assembleia; a organização de uma comissão com a base para percorrer as escolas divulgando a paralisação; convites a outros sindicatos para unificar a luta; confecção de faixas e camisas para a greve, além de panfletos e cartazes para ajudar na divulgação, entre outros.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja