Não vote! Lute! (Movimento Fagulha e Alvorada do Povo)

A- A A+
 

Repercutimos a seguir panfleto dos Movimentos Fagulha e Alvorada do Povo contra a farsa eleitoral


Desmascarar a farsa eleitoral, denunciar a intervenção militar e mostrar que o único caminho é da luta independente e combativa!

Mais uma vez se inicia um novo circo eleitoral. Mais uma vez os mesmos palhaços que parasitam sob o sangue e suor sofrido de nosso povo vem com suas fraseologias baratas e suas promessas falsas nos enganar!

Nesta edição da farsa eleitoral, os ditos de partidos de “esquerda” tentam desesperadamente abocanhar o eleitorado de Luiz Inácio, projetado como o “salvador” perseguido pela burocracia petista, seja os grupelhos de cunho trotskista e geralmente afeitos à práticas da polícia política, seja oportunistas de gravata, que falam em nome de supostos projetos nacionais e em nova política, ao passo que já confabulam alianças com os setores mais reacionários de nossa sociedade. Já a direita escancarada, divide-se entre patetas e picaretas apelando à frustração do povo com a esquerda pelega, ora sob a forma de um discurso populista e fanático anticorrupção ora sob a cara do empresário de sucesso.

Ambos, no entanto, tomando a administração deste Estado apodrecido obedecerão ao mesmo compromisso da subjugação nacional que serve à fome feroz do capitalismo mundial em crise por obter lucros de nosso valoroso povo e de nossas valiosas riquezas. Foi isso que mostrou o governo da esquerda oportunista e da direita descarada nos últimos anos: serem ambos lambe-botas do imperialismo, principalmente norte-americano, aplicando as velhas consignas do Banco Mundial e do FMI para o país.

Ante a falência das instituições das classes dominantes, o também falido Exército brasileiro, mais fiel representante dos interesses estrangeiros no país, lança mão de projeto intervencionista – iniciado desde já no Rio de Janeiro – no intento de frear a rebelião popular em erupção. Objetivo que está condenado a falhar miseravelmente, pois não é pequena a força desta rebelião e seus motores, a situação de profunda crise econômica, política e moral, prometem combustível altamente explosivos por anos. Acompanharão esta desde já falida empreitada os grupelhos fascistóides de Bolsonaro e companhia, valentões que se borram de medo ante o primeiro tremor popular.

Muita atenção, caros leitores e leitoras: a tarefa para contrapor esta horrenda situação que vive nosso país e também o mundo, em que as potências imperialistas condenam povos do mundo inteiro à ruína e ao genocídio com suas pressões e invasões, é de ativamente engrossar as fileiras da luta popular, única que pode realmente garantir verdadeiramente os interesses democráticos secularmente negados à nossa nação. Os próprios números do boicote já previstos atestam: o povo já está cansado dessa farsa! O povo não aguenta a perda de direitos e a exploração deplorável a que são submetidos, por isso cada vez mais não vota em protesto ou vota sem esperança em qualquer um.

Não tragamos mais contrarreformas antipopulares que tiram do salário para botar no bolso do grande magnata nativo ou estrangeiro! Recusamos o contínuo e secular roubo de terras do latifúndio, o aniquilamento e a perseguição do nosso sofrido campesinato, indígenas e quilombolas! Antepomos à ação genocida das forças armadas deste velho Estado e a onda de perseguição e repressão ao povo pobre e à juventude combatente das cidades! Contrapomos às BNCC, “reformas” curriculares e projetos privatizantes e entreguistas que retiram o direito de estudar dos filhos do povo brasileiro! Queremos que às massas seja tudo garantido, que elas possam criadora e livremente dirigir a sua história. Por isso, não devemos legitimar esta farsa, devemos denunciar os vis intentos golpistas do Exército reacionário e tomar com decisão e audácia o caminho da luta independente e combativa, por mobilizar, organizar e elevar a consciência politica do povo nos campos, ruas, nos ônibus, escolas, fábricas e favelas!

Abaixo à farsa eleitoral e a intervenção militar! Viva a luta independente e combativa!

É possível triunfar! O triunfo é inevitável!

Assinam: Alvorada do Povo e Movimento Fagulha

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond
Sebastião Rodrigues
Vera Malaguti Batista

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja