AM: Estudantes cansam de promessas e ocupam Casa do Estudante em Parintins

A- A A+

Um grupo de estudantes, cansados de promessas por parte da reitoria da Ufam, ocuparam a Casa do Estudante, campi de Paritins, a cerca de 370 quilômetros de Manaus, no dia 19 de novembro. A Casa foi inaugurada em 2016, mas até o momento não foi liberada para os estudantes.  

A ocupação busca a inauguração efetiva do local que atualmente conta com 3,6 mil metros quadrados de área construída. Em agosto deste ano, o Departamento de Assistência Estudantil liberou o edital para seleção de estudantes, contudo, após mais de três meses ainda não há nenhum estudante na casa. Nas redes socais, os estudantes denunciam a falta de planejamento adequado na construção do espaço, fato que contribui para o aumento da evasão nos cursos. Participam da ocupação alunos de vários cursos do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (Icsez).

A estudante T. Barbosa denuncia que a reitoria da Ufam, assim como a direção do campi, há muito tempo não fornecem informações claras acerca da situação da Casa do Estudante. “O imóvel foi inaugurado em 2016 e já recebemos várias datas previstas para a casa começar a funcionar e atender a comunidade acadêmica, porém, até o presente momento, não temos nada de concreto por parte deles. Ele [reitor] nos tratou como vândalos. Mas este imóvel é nosso, isso é patrimônio dos estudantes, então vamos fazer valer nossos direitos.”, protestou.

A estudante J. Tiago denuncia também a precária situação em que muitos estudantes estão vivendo, alguns deles chegam até mesmo a desistir do sonho de concluir sua graduação. “É lamentável que a Ufam não veja isso, muitos colegas já desistiram de seus cursos, por não terem onde residir.”.

PROMESSAS E ENROLAÇÃO

No dia 26 de outubro, antes do início da ocupação, durante reunião com outros estudantes que também estavam cobrando a conclusão da Casa do Estudante do campus de Manaus (obra interrompida desde 2015), o reitor informou que a obra será reiniciada em breve no caso do campus da capital. Segundo ele, tudo dependia da liberação de recursos pelo atual Ministro da Educação. Depois, ele informou que todas as casas do interior estavam prontas e com mobiliário completo, faltando apenas alguns ajustes, e no caso específico de Parintins faltava apenas a construção de um muro para melhoria da segurança patrimonial do espaço. No entanto, contradizendo-o, a diretoria do campi afirmou que não libera o acesso da mesma aos estudantes porque “faltam liberação de recurso” para compra de ar-condicionado e outros equipamentos.

Atualmente, o Departamento de Assistência Estudantil oferece bolsas de R$ 300 para estudantes sem moradia fixa na cidade que realizam sua graduação. Apesar da inflação crescente ao longo dos anos em todo o Amazonas, esse valor não sofre reajustes há anos, fato que contribui para os elevados indicadores de evasão da Ufam, segundo os próprios estudantes.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja