Novos pronunciamentos de revolucionárias

Novos pronunciamentos de revolucionárias

Print Friendly, PDF & Email

Mais organizações e partidos comunistas se pronunciaram por ocasião do Dia Internacional da Mulher Proletária, exaltando essa importante data do proletariado internacional. Os pronunciamentos seguintes vêm a somar com as saudações das revolucionárias da Alemanha, Áustria, Chile, Brasil, México, Bolívia, Itália e outros – conforme noticiado já nas últimas edições.

Entre os novos pronunciados está o Partido Comunista do Peru (PCP), que destacou em seu comunicado a luta interna pela Reorganização Geral e por dar novo e poderoso impulso à guerra popular. “Saudações revolucionárias aos camaradas, companheiras e combatentes da Europa e especialmente aos da América Latina, que colhem e aplicam o pensamento gonzalo, que é guerra popular até o comunismo”, concluem, saudando também – com honra e glória – a camarada Norah, a quem qualificou como “a maior heroína do Partido e da Revolução”.

No Equador, a Frente de Defesa das Lutas do Povo (FDLP) publicou documentos e intervenções de ativistas e militantes. Em uma delas, uma dirigente destaca o papel das dirigentes e militantes revolucionárias pelo mundo, como a camarada Norah (Partido Comunista do Peru), Sandra Lima (Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo e Movimento Feminino Popular do Brasil), e especialmente a camarada Cecília Hidalgo, do Partido Comunista do Equador – Sol Vermelho, falecida por razões naturais em maio de 2005.

“Não queremos que nos subestimem, queremos desatar a fúria milenar da mulher partindo da perspectiva de classe, que é chave para a construção da sociedade de Nova Democracia, trânsito ininterrupto ao socialismo, antessala do dourado comunismo.”, concluiu.

Na Alemanha, as revolucionárias realizaram ações de propaganda. Pinturas foram feitas em Berlim, com consignas exaltando a luta revolucionária das mulheres populares. 

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: