PA: Ativista é assassinado em Anapu

PA: Ativista é assassinado em Anapu

Print Friendly, PDF & Email
Ativista defensor da luta camponesa vinha recebendo ameaças de morte antes de ser assassinado

O ativista Valdemir Resplandes dos Santos foi assassinado covardemente na noite de 9 de janeiro em Anapu (PA). Ele era conhecido na região por lutar pelo direito à terra pelas massas camponesas

Valdemir circulava de motocicleta no bairro do Morro do Macaco por volta das 19h, quando foi abordado por dois homens armados. Cercado, o ativista foi alvejado nas costas e quando já se encontrava no chão ainda levou um tiro na cabeça. Os dois homens não levaram nenhum dos pertences de Valdemir, o que sugere uma possível execução.

O ativista há anos vinha denunciando as ameaças de morte feitas contra ele. “Eu sou uma pessoa muito perseguida, ameaçada. Teve noite que não dormimos, porque ficava passando várias caminhonetes, íamos na polícia para registrar um boletim, mas nunca fomos atendidos”, denunciou Valdemir em entrevista ao programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, que foi ao ar em 7 de julho de 2016.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: