PA: Camponeses ocupam estrada de ferro contra Vale

PA: Camponeses ocupam estrada de ferro contra Vale

Print Friendly, PDF & Email

Camponeses bloquearam a estrada de ferro Carajás, em Parauapebas (PA) na madrugada do dia 24 de janeiro. Os trabalhadores protestaram contra a empresa Vale, que descumpre com o acordo feito junto aos camponeses de montar assentamentos na área de Alto Bonito. A multinacional nega a existência do acordo e afirma que tomara medidas cabíveis para reprimir a ocupação. 

A paralisação da ferrovia contou com 200 trabalhadores associados a Frente Nacional de Luta (FNL), e foi apoiada pelas 1300 famílias que estão há quatro meses dividas em dois acampamentos próximos a estrada de ferro. 

Essa não é a primeira manifestação contra a mineradora. Em novembro de 2017, os camponeses ocuparam a ferrovia durante três dias seguidos, em exigência do cumprimento de outras promessas feitas pela empresa à comunidade rural. Na ocasião, em reunião mediada pelo Incra, a Vale havia se comprometido a investir em infraestrutura para as áreas localizadas perto das estradas de ferro.  

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: