PB: Trabalhadores da limpeza urbana paralisam atividades em Campina Grande

PB: Trabalhadores da limpeza urbana paralisam atividades em Campina Grande

Print Friendly, PDF & Email

Imagem: Reprodução

No último dia 26 de novembro, os trabalhadores da limpeza urbana de Campina Grande, na Paraíba, cruzaram os braços por não terem os vales refeição e alimentação pagos pela empresa terceirizada Light, contratada pela prefeitura para prestar o serviço de limpeza na cidade.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Limpeza Urbana da Paraíba (Sindlimp-PB), Radamés Cândido, em entrevista à rádio Campina FM, na ausência do vale transporte, os trabalhadores, com muita dificuldade, tiveram que tirar do próprio bolso o valor. Radamés ainda disse que os atrasos são corriqueiros.

Segundo o monopólio de imprensa, os trabalhadores voltaram as atividades ainda no dia 26 depois que a terceirizada apresentou os comprovantes de pagamento.

Tal fato, ocorrido em Campina Grande, é retrato de tantos outros que ocorrem no Brasil devido a terceirização, fenômeno que só serve aos patrões, aumentando o lucro do lado capital e precarizando as relações de trabalho para o lado dos trabalhadores.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: