PE: Moradores de Escada fecham BR-101 no terceiro dia seguido após PM executar camponês

Neste dia 23/02, moradores de Escada fecharam a BR-101 com pneus pelo terceiro dia seguido, exigindo justiça à Deyvison Batista da Silva, que foi rendido e executado pela Polícia Militar por nenhum motivo na tarde  do dia 21/02, enquanto conversava com dois amigos. 

PE: Moradores de Escada fecham BR-101 no terceiro dia seguido após PM executar camponês

Neste dia 23/02, moradores de Escada fecharam a BR-101 com pneus pelo terceiro dia seguido, exigindo justiça à Deyvison Batista da Silva, que foi rendido e executado pela Polícia Militar por nenhum motivo na tarde  do dia 21/02, enquanto conversava com dois amigos. 
Print Friendly, PDF & Email

Neste dia 23/02, moradores de Escada fecharam a BR-101 com pneus pelo terceiro dia seguido, exigindo justiça à Deyvison Batista da Silva, que foi rendido e executado pela Polícia Militar por nenhum motivo na tarde  do dia 21/02, enquanto conversava com dois amigos. 

O assassinato ocorreu quando a vítima estava conversando com dois amigos. Em dado momento, três PMs de moto, incluindo o infame policial “Pitbull”, conhecido pela agressividade, pararam em sua frente. Pitbull o rendeu e, logo depois, atirou em seu rosto. Deyvison foi levado para o hospital e foi mantido isolado, sem possibilidade de visita familiar.

No momento do ocorrido, em vídeo lançado nas redes sociais, um morador prevê: “Só os policiais entraram no hospital, proibiram os familiares de entrar dentro do hospital, com certeza pra botar algo na vítima pra dizer que ele é errado. Mas a gente sabe que não. A família [dele] todo mundo conhece, o bairro todo tá comovido”. A versão da Polícia Militar, confirmando a previsão acertada do morador, diz falsamente que Deyvison estava armado, o que foi negado por todas as testemunhas.

As manifestações

Horas após a morte de Deyvison, os moradores de Escada fecharam a BR-101 com pneus. No dia 22/02, os moradores continuaram a protestar com a mesma intensidade e indignação: fecharam uma ponte no centro da cidade, fizeram manifestações na frente da Delegacia de Polícia, do Batalhão da Polícia Militar e fecharam a BR-101 mais uma vez. No terceiro dia de manifestação, dia 23/02, os moradores seguiram fechando a BR-101, confrontando bombeiros que tentavam apagar as chamas dos pneus e que recuaram frente à ação popular. 

Essas ações de três dias escancaram a força e a indignação do povo de Escada, que se nega a admitir a negligência policial, e que reivindica justiça para Deyvidson e sua esposa, que está grávida de sete meses. Pernambuco presencia, hoje, a fúria justa de um povo que cansou de ver mais um trabalhador ser morto por nada, sem responsabilização alguma dos executores criminosos da Polícia Militar e do Estado criminoso que os protegem.

Veja outros vídeos dos três dias de protesto:

Protesto no dia 22 de fevereiro. Vídeo: Reprodução
Protesto no dia 22 de fevereiro. Vídeo: Reprodução
Protesto no dia 22 de fevereiro. Vídeo: Reprodução
Protesto no dia 23 de fevereiro. Vídeo: Reprodução
Protesto no dia 23 de fevereiro. Vídeo: Reprodução
Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: