Tomás Paiva

Luiz Inácio deveria se preocupar com os ‘generais legalistas’

Será que Tomás Ribeiro Paiva e seus pares “legalistas” considerariam absurda a hipótese de desfechar um golpe militar agora se as massas estivessem em sublevação e se tivesse anuência do Departamento de Estado norte-americano?
Dez dias depois da conciliação do governo com o ACFA no evento "Democracia Inabalada", um deputado bolsonarista foi alvo de uma operação sobre o golpismo. Enquanto isso, os verdadeiros culpados seguem impunes, entocados na caserna.
Tomás Paiva reuniu-se com militares indianos para discutir aproximação das forças militares dos dois países.