PR: Brigadistas denunciam o aumento da tarifa

PR: Brigadistas denunciam o aumento da tarifa

Print Friendly, PDF & Email

Nos dias 28 de janeiro e 6 de fevereiro foram realizadas brigadas do jornal A Nova Democracia no terminal metropolitano Guadalupe, em Curitiba. Os brigadistas, além de apresentarem aos trabalhadores o jornal, fizeram contundente denúncia do iminente aumento da tarifa de ônibus na cidade, que hoje já é uma das mais caras do país. O exorbitante valor de R$ 4,25 para linhas urbanas e R$ 4,50 para linhas metropolitanas sofrerá, no mínimo, um aumento de R$ 0,50 e, caso o governo do estado não arque com subsídio, a tarifa ultrapassará R$ 5,00.

Vários trabalhadores indignaram-se com a possibilidade de aumento e contribuíram com o AND comprando edições novas e reafirmando a necessidade de lutar para barrar os aumentos. Alguns cobradores de ônibus afirmaram que iriam exigir do sindicato uma postura de denúncia semelhante com a dos ativistas.

Existe hoje a ameaça por parte da prefeitura de demitir os mais de 6 mil cobradores da cidade como forma de manter o preço da passagem, o que é uma grande falácia, visto que em São José dos Pinhais, cidade da região metropolitana, a demissão dessa categoria e adoção da bilhetagem eletrônica ainda assim resultou num aumento de R$ 0,20 na tarifa.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: