PR: Em protesto, manifestantes queimam móveis estragados por enchente

PR: Em protesto, manifestantes queimam móveis estragados por enchente

Print Friendly, PDF & Email

Após chuva no último sábado (03/03) que alagou vários bairros de Curitiba e deixou cerca de 200 pessoas desabrigadas, manifestantes realizam protesto no dia 5 para denunciar os estragos da enchente.

Os moradores do bairro Parolin fecharam a Rua Brigadeiro Franco, no cruzamento com a Rua Professor Portos Velozo, por três horas, e atearam fogo aos móveis destruídos depois das fortes chuvas do fim de semana.

De acordo com os presentes no ato, esse tipo de situação é frequente no bairro.

No ano passado a prefeitura começou obras para conter enchentes e alagamentos na região. As mesmas, porém, permanecem inconclusas.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: