RJ: Batalhão de Choque realiza operação na Rocinha

RJ: Batalhão de Choque realiza operação na Rocinha

Print Friendly, PDF & Email

Fernando Frazão/Agência Brasil/Arquivo

Uma operação de vingança foi realizada pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM), na manhã de 28 de janeiro, na comunidade da Rocinha, localizada na Zona Sul do Rio, deixando centenas de moradores sem fornecimento de energia elétrica. A ação ocorreu um dia após dois policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha serem baleados. Durante o ataque contra a comunidade mais um PM foi ferido.

Moradores denunciam que a prática da PM de retirar energia elétrica dos moradores, atirando nos transformadores, é constante e é uma espécie de vingança contra o povo. “Por que o primeiro tiro tem que ser justo no transformador? Qual é a necessidade?”, protestou um morador.

O agente que foi ferido esta manhã é lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, foi socorrido no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul. O disparo o pegou enquanto estava na região da comunidade conhecida como Labouriaux, Rocinha.

No dia anterior, os policiais feridos foram o soldado Fernandes e o Cabo Mariano, sendo que o segundo já teve alta e Fernandes permanece internado no Hospital Central da PM, no Estácio, Zona Norte do Rio.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: