RJ: Hospital municipal está sem roupa de cama há uma semana

RJ: Hospital municipal está sem roupa de cama há uma semana

Print Friendly, PDF & Email

“Realmente, está muito complicado. Hoje na parte da manhã não tínhamos roupa para trocar, para trocar do paciente, roupa de cama. Até mesmo uma camisola para o paciente mudar. Estamos usando até capote para poder cobrir o paciente. É muita covardia com eles”, relata um funcionário do Hospital Municipal Lourenço Jorge-CER da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Foto: G1.

O hospital, administrado pela RioSaúde, contraiu uma dívida com a empresa que fornece os materiais hospitalares e desde então vem lidando com a falta de diversos itens básicos de higiene, como roupas de cama.

Além disso, os funcionários também afirmam estarem sem receber o 13º salário e o vale-transporte do mês. Alguns precisaram fornecer aos pacientes os próprios equipamentos de proteção individual.

“Muitos profissionais não estão vindo trabalhar por falta de dinheiro de passagem porque o Riocard não foi carregado. O décimo terceiro não foi pago. Estamos vivenciando um período muito difícil aqui no CER Barra”, disse um funcionário.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: