RO: Camponeses da área Bacuri resistem a despejos e ataques de pistoleiros

RO: Camponeses da área Bacuri resistem a despejos e ataques de pistoleiros

Print Friendly, PDF & Email

Fotos: Jornal Resistência Camponesa

Reproduzimos denúncia e imagens divulgadas no jornal Resistência Camponesa no dia 8 de agosto sobre ataque de pistoleiros a uma área camponesa no município de Rio Crespo, em Rondônia.


No dia 1º de agosto, famílias camponesas da área Bacuri, no município de Rio Crespo, foram despejadas de suas terras numa ação de reintegração de posse. Essas são terras públicas griladas pelos latifundiários conhecidos como Dagmar, Paulo França e Genaro.

Dois dias depois, a área que Paulo França se diz dono estava cheia de guaxebas (como são chamados os pistoleiros do latifúndio na região). Segundo informação dos camponeses, no meio dos guaxebas há policiais comandando a pistolagem.

Os pistoleiros atearam fogo em pastos, barracos e atacaram a tiros camponeses que se recusaram a sair da área. Os camponeses estão resistindo e prometem não abrir mão de suas terras e benfeitorias.

Fotos enviadas pelos camponeses mostram prejuízos causados pelo ataque dos pistoleiros:

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: